BRF diz que contraprova apontou que 135 funcionários se contaminaram pela Covid-19 em frigoríficos de SC e RS

11



Testes rápidos no início da semana havia detectado número maior de infectados. Contraprova mostra que 1,7% dos trabalhadores das duas fábricas apresentaram a doença. Frigorífico da BRF em Concórdia, SC
Reprodução/NSC TV
A BRF, dona das marcas Sadia e Perdigão, afirmou nesta sexta-feira (29) que a testagem em massa de trabalhadores em Concórdia (SC) e Lajeado (RS) apontou presença do novo coronavírus em 135 funcionários, sendo 46 na fábrica catarinense e 89 empregados na gaúcha, após exame específico de Covid-19, o RT-PCR.
MPT investiga controle da Covid-19 em mais de 60 frigoríficos
Na fábrica em Santa Catarina, foram testados 5.325 trabalhadores entre funcionários e terceirizados, enquanto a de Lajeado, realizou o teste em 2.759 empregados.
“Em ambas as unidades, os profissionais com diagnóstico positivo para Covid-19 já estavam afastados de maneira preventiva e seguem monitorados”, afirmou em nota.
A companhia havia divulgado na segunda-feira que cerca de 340 funcionários de sua fábrica em Concórdia, equivalentes a 6,6% da força de trabalho daquela unidade, tiveram resultado positivo para o vírus em testes rápidos e foram submetidos a contraprovas para confirmação da doença.
Agora, levando em conta o número atual, os 135 funcionários equivalem a 1,7% do total da força de trabalho nestes dois frigoríficos da empresa.
A BRF ponderou que pequenas variações no número final de Concórdia podem ocorrer no percentual porque ainda se espera o resultado de cerca de 50 testes de RT-PCR. Mas ressaltou que em ambas as unidades, quando feito o RT-PCR, 8 em cada 10 casos com resultado positivo no teste rápido são negativos para o vírus.


Fonte: G1