Brexit: acordo comercial Reino Unido-União Europeia tem ‘forte possibilidade’ de não sair | Economia

0
28


Há uma “forte possibilidade” de o Reino Unido não conseguir fechar um acordo comercial com a União Europeia que suceda o Brexit (saída do bloco), afirmou nesta quinta-feira (10) o primeiro-ministro Boris Johnson.

Falando pela primeira vez desde uma reunião decisiva em Bruxelas, Johnson disse que “agora é a hora” de as empresas e pessoas se prepararem para um desfecho sem acordo.

Semanas de intensas conversas entre os dois lados não conseguiram superar obstáculos em áreas-chave, incluindo regras relativas à concorrência e à pesca.

O tempo está se esgotando, já que em 31 de dezembro o Reino Unido deixa de seguir as regras comerciais da União Europeia.

Johnson encontrou-se com a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, na quarta-feira, mas a dupla não conseguiu um acordo — apesar da manifestação de desânimo com o desenrolar das negociações, as conversas continuam.

“No momento, tenho que dizer com toda a franqueza, o tratado ainda não foi alcançado e essa foi a opinião dominante de nosso gabinete”, declarou o primeiro-ministro.

‘Opção ao estilo australiano’

Johnson disse que “olhando para onde estamos”, é vital que o Reino Unido se prepare para a “opção ao estilo australiano” de não ter um acordo de livre comércio com o bloco.

“Há uma forte possibilidade de precisarmos de uma saída muito mais parecida com a relação da Austrália com a União Europeia, do que a relação do Canadá com a União Europeia.”

A Austrália está negociando um acordo de livre comércio com o bloco europeu, mas atualmente não há algo do tipo em vigor e os dois lados seguem as regras da Organização Mundial do Comércio (OMC) em seus negócios.

Se o Reino Unido também aderir ao modelo de regras da OMC em 31 de dezembro, pode haver maior incidência de tarifas, levando a preços mais altos nos produtos que compra e vende para a União Europeia, entre outras mudanças.

O Canadá concluiu um acordo com o bloco europeu em 2017.

União Europeia: plano de contingência

antar em Bruxelas entre Boris Johnson e Ursula von der Leyen não foi bem-sucedido — Foto: BBC

Johnson garantiu que “tentou muito fazer progressos” em seu jantar com Von der Leyen, mas afirmou que a União Europeia estava tornando as coisas “desnecessariamente difíceis”.

Já o bloco definiu medidas de contingência caso um acordo comercial com o Reino Unido não seja alcançado.

O plano visa garantir que as conexões por ar e terra entre Reino Unido e União Europeia continuem funcionando após o período de transição pós-Brexit terminar em 31 de dezembro. Também está previsto o acesso mútuo à pesca por até um ano, ou até que um acordo seja alcançado.

Chegando ao encontro com Johnson, Von der Leyen disse que as condições para um acordo teriam que ser “justas para nossos trabalhadores e nossas empresas”.

“Este equilíbrio perfeito e justo não foi alcançado até agora”, disse ela, acrescentando que uma decisão seria tomada até domingo.

Vídeos: veja últimas notícias de economia



Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui