Bovespa opera com pequenas variações | Economia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp


O principal índice de ações da bolsa de valores de São Paulo, a B3, opera com pequenas variações nesta quarta-feira (8).

Às 10h28, o Ibovespa subia 0,07%, a 107.634 pontos. Veja mais cotações.

Na terça-feira, a bolsa subiu pela 4ª sessão seguida, fechando em alta de 0,65%, a 107.558 pontos. Com o resultado, passou a acumular avanço de 5,54% no mês. No ano, porém, o tombo ainda é de 9,63%.

Miriam Leitão: choque de juros é remédio amargo, mas necessário

Lá fora, as principais bolsas tinham viés de alta depois das farmacêuticas Pfizer e BioNTech dizerem que um tratamento de três doses da sua vacina contra a Covid-19 demonstrou ter um efeito neutralizante contra a variante ômicron do coronavírus. Os fabricantes de medicamentos acrescentaram que, se necessário, podem entregar uma vacina focada na ômicron em março de 2022.

Na cena doméstica, as atenções dos investidores estão voltadas para a reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central, que anuncia após as 18h a nova taxa básica de juros. A expectativa é de novo acréscimo de 1,50 ponto percentual (o que levaria a Selic para 9,25% ao ano).

Se for confirmada essa alta prevista pelo mercado financeiro, a taxa Selic atingirá o maior patamar em pouco mais de quatro anos — em julho de 2017, estava em 10,25% ao ano. A previsão é que a taxa continue subindo nos próximos meses, atingindo 11,25% ao ano no fim de 2022.

Na agenda de indicadores, o IBGE divulgou que as vendas do comércio varejista caíram 0,1% em outubro, na terceira retração mensal consecutiva, reforçando a leitura de desaceleração da recuperação da economia brasileira.

Na cena política, os presidentes do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), e da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), anunciaram na véspera um acordo para promulgação “fatiada” da PEC dos Precatório, que abre espaço no Orçamento para o ano eleitoral de 2022. Lira se comprometeu a pautar na próxima terça-feira os pontos que serão incluídos em uma proposta em tramitação na Câmara e pronta para ser apreciada em plenário.



Fonte:G1