Bovespa fecha em queda, mas interrompe sequência de semanas no vermelho | Economia

0
29


O Ibovespa caiu 0,45%, a 97.483 pontos. A semana termina em alta de 3,69%. Veja mais cotações.

Na quinta, a bolsa subiu 2,51%, a 97.919 pontos. Com o resultado, a bolsa tem alta de 3,04% no mês. No ano, ainda há perda de 15,70%.

Após nove dias do diagnóstico de Covid, Trump quer voltar à campanha eleitoral

Após nove dias do diagnóstico de Covid, Trump quer voltar à campanha eleitoral

No exterior, o dia é positivo, com os mercados caminhando para sua melhor semana desde julho. Na Europa, a recuperação de setores como bancos e empresas de energia impulsiona os mercados regionais. Os ganhos, no entanto, eram limitados por preocupações com o aumento dos casos de coronavírus em todo o continente.

“No geral, há o risco de que o sentimento do mercado possa facilmente azedar no curto prazo, dada a incerteza relacionada à eleição nos Estados Unidos e ao Brexit, bem como a casos crescentes de Covid-19 e temores de lockdowns mais amplos”, escreveram analistas do Unicredit em nota.

As ações europeias registraram uma segunda semana consecutiva de ganhos, com previsões das empresas Pandora e Novo Nordisk, da Dinamarca, estabelecendo um tom mais positivo para a temporada de balanços.

O índice FTSEurofirst 300 subiu 0,57%, a 1.433 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhou 0,55%, a 370 pontos, fechando a semana com alta de 2,1%.

Por aqui, as atenções seguiram voltadas para as discussões em torno do financiamento do novo programa social do governo, o Renda Cidadã, em meio a incertezas sobre a saúde das contas públicas e andamento da agenda de reformas.

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), considerado a inflação oficial do país, avançou 0,64% em setembro, acima da taxa de 0,24% registrada em agosto, divulgou nesta sexta-feira (9) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Trata-se da maior alta para um mês de setembro desde 2003 (0,78%) e da maior taxa do ano.

No acumulado em 2020, o IPCA passou a registrar alta de 1,34% e, em 12 meses, de 3,14%, acima dos 2,44% observados nos 12 meses imediatamente anteriores. Com o resultado, a inflação segue abaixo da meta central do governo para o ano, que é de 4%, porém agora acima do piso para 2020, que é de 2,5%.

Variação do Ibovespa em 2020 — Foto: G1 Economia

VÍDEOS: últimas notícias de Economia



Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui