Bolsas europeias sobem com prorrogação de discussões comerciais do Brexit; Astrazeneca cai | Economia

0
22


As ações europeias fecharam em alta nesta segunda-feira (14), uma vez que a decisão de prorrogar as negociações comerciais entre o Reino Unido e União Europeia mantinha vivas as esperanças de um eventual acordo, mas os ganhos no índice Londres foram limitados pela alta da libra e queda de quase 6% da AstraZeneca.

Com os bancos na liderança, o índice STOXX 600 subiu 0,4% após romper uma sequência de ganhos de cinco semanas, encerrando em queda de 1% na semana passada.

Europa lidera registro de novos casos de covid-19 esta semana

Europa lidera registro de novos casos de covid-19 esta semana

O otimismo também surgiu com base nas esperanças de um fim da pandemia da Covid-19, já que os Estados Unidos começaram a imunizar seus cidadãos com a vacina da Pfizer-BioNtech nesta segunda-feira. Isso ocorreu depois de na semana passada o Reino Unido tornar-se o primeiro país ocidental a iniciar a vacinação em massa.

O negociador do Brexit para a UE, Michel Barnier, disse que um novo pacto comercial envolvendo cerca de US$ 1 trilhão no comércio com o Reino Unido, atualmente livre de tarifas e cotas ainda era possível uma vez que líderes de ambos os lados decidiram prorrogar as discussões para além do prazo de domingo.

Mas como a pesca nas águas do Reino Unido e a concorrência justa ainda como pontos críticos, o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, parecia cético em relação a um avanço a menos de três semanas do desfecho de um processo de saída do Reino Unido do bloco, que já dura cinco anos.

“Embora um acordo ainda pareça (por pouco) mais provável do que não, o timing permanece no ar”, disse James Smith, economista para mercados desenvolvidos do ING. “Politicamente falando, não há muito para impedir que as negociações cheguem muito perto do prazo final do Ano Novo”, alertou.

O índice de Londres FTSE 100 terminou a sessão com baixa de 0,2% uma vez que a alta da libra, queda das ações de energia e perda da AstraZeneca restringiram o mercado.

A AstraZeneca registrou a pior sessão em nove meses com os investidores precificando a ação da farmacêutica britânica de comprar a norte-americana Alexion Pharmaceuticals por US$39 bilhões.

  • Em LONDRES, o índice Financial Times teve queda de 0,23%, aos 6.531 pontos.
  • Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,83%, a 13.223 pontos.
  • Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,37%, a 5.527 pontos.
  • Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,27%, a 21.759 pontos.
  • Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,96%, a 8.140 pontos.
  • Em LISBOA, o índice PSI20 teve alta de 0,79%, a 4.780 pontos.

Assista as últimas notícias de economia



Fonte: G1