Bolsas dos EUA fecham em alta com foco em estímulos

0
17



Mercado acionários norte-americano foi amparado por ações da Apple e do setor de energia nesta terça-feira. As bolsas dos Estados Unidos fecharam em alta nesta terça-feira (4), em uma sessão instável, com o mercado amparado por ações da Apple e do setor de energia, mas contido por declínios em AIG e Microsoft, enquanto investidores aguardavam mais estímulos do governo dos EUA para combater as consequências econômicas da pandemia do Covid-19.
O índice Dow Jones subiu 0,62%, a 26.828 pontos, enquanto o S&P 500 ganhou 0,361196%, a 3.307 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq avançou 0,35%, a 10.941 pontos.
Apple subiu 0,7%, em alta pela quinta sessão consecutiva, com investidores ainda comemorando relatório trimestral da fabricante do iPhone, divulgado na semana passada. O peso pesado do Vale do Silício está a cerca de US$ 120 bilhões de se tornar a primeira empresa de capital aberto dos EUA com valor de mercado de US$ 2 trilhões.
Placa de Wall Street perto da bolsa de Nova York
REUTERS/Shannon Stapleton
O índice S&P para o setor de energia saltou 2,45%, maior alta entre os 11 índices setoriais, enquanto as ações do segmento de saúde recuaram.
Ralph Lauren caiu 4,4%, para o menor nível desde maio, depois que a receita trimestral da companhia caiu devido ao fechamento de lojas, por causa do coronavírus, e à desaceleração da demanda global por produtos de luxo.
American International Group perdeu 7,5%, após queda em seu lucro trimestral.
Não obstante esses dois relatórios, cerca de 83% das 352 empresas do S&P 500 que divulgaram resultados trimestrais até agora superaram as estimativas de lucro, segundo dados do IBES Refinitiv.
“Os investidores ainda estão confortáveis ​​com o fato de a trajetória dos balanços estar no caminho certo e as perspectivas para 2021 permanecerem intactas. Tudo isso ajuda a apoiar o mercado nesses níveis”, disse Lindsey Bell, estrategista-chefe de investimentos da Ally Invest.
Agentes financeiros estão aguardando um novo e importante pacote de ajuda para combater os efeitos econômicos do coronavírus, com o líder democrata do Senado, Chuck Schumer, dizendo que as conversas com a Casa Branca estão indo na “direção certa”.
Microsoft, que pretende comprar as operações nos EUA do aplicativo de vídeos de curta duração TikTok, caiu 1,5%.


Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui