Bolsas de NY recuam com temor sobre onda regulatória no setor de tecnologia | Economia

0
16


Os índices acionários de Nova York fecharam em queda nesta segunda-feira (11), pressionados por um movimento de realização de lucros — após um rali que levou a dois recordes triplos na primeira semana do ano — e por temores de uma onda regulatória sobre as companhias de tecnologia.

  • O Dow Jones fechou em queda de 0,29%, a 31.008,69 pontos.
  • O S&P 500 recuou 0,66%, a 3.799,61 pontos.
  • O Nasdaq cedeu 1,25%, a 13.036,43 pontos.

Algumas empresas bloquearam contas de mídia social do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, após a invasão do Capitólio por seus apoiadores.

O motim, planejado e discutido nas redes sociais, deve estimular esforços do Congresso para regulamentar as gigantes de tecnologia. O Twitter baniu a conta do presidente, o Facebook suspendeu a sua conta indefinidamente, enquanto a Apple, Amazon.com e o Google limitaram os acessos ao aplicativo de mídia social Parler.

As ações das companhias de mídia social foram especialmente castigadas, hoje, pelos temores de mais regulações, com a ação do Twitter, em especial, caindo 6,41% hoje e apagando os ganhos anotados desde o começo de dezembro, enquanto a ação do Facebook perdeu 4,01%. Outras gigantes de tecnologia também sofreram fortes perdas, como Alphabet (-2,31%), Apple (-2,32%) e Amazon (-2,15%).

“As plataformas de mídia social assumiram algumas posições fortes após os distúrbios no Capitólio e isso está aumentando as expectativas de que, quando a poeira baixar, os esforços do Congresso para regulamentar as gigantes de tecnologia se tornarão uma prioridade na agenda”, diz o analista-sênior de mercados da Oanda, Edward Moya.

O cenário de “onda azul” — com o Partido Democrata controlando simultaneamente a Casa Branca e as duas Casas do Congresso americano — agrava estes temores. Os democratas se declararam muito mais favoráveis a aumentar a regulação sobre as gigantes de tecnologia do que os republicanos e, com o Senado, agora, sob controle do partido, a probabilidade de uma escalada regulatória aumenta.

Apesar das fortes perdas sofridas entre as ações das gigantes do setor, porém, os três índices de Nova York seguem com ganhos de mais de 1% no acumulado do ano, depois do impressionante rali da semana passada.

As ações do setor financeiro, por sua vez, continuam a subir, impulsionadas pela forte recuperação dos juros dos títulos do Tesouro americano (Treasuries), que são, por sua vez, impulsionados pela perspectiva de mais estímulos fiscais neste mesmo cenário de “onda azul”. As ações do setor subiram 0,43% nesta segunda, acumulando ganhos de mais de 5% no ano.

Vídeos: Últimas notícias de Economia



Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui