Biden diz a Modi que comprar mais petróleo russo não é do interesse da Índia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp


Por Steve Holland e Trevor Hunnicutt

WASHINGTON (Reuters) – O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, disse ao primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, que comprar mais petróleo da Rússia não é do interesse da Índia e poderia prejudicar a resposta dos EUA à guerra na Ucrânia, disseram autoridades norte-americanas.

No início de uma videochamada de uma hora que as autoridades dos EUA descreveram como “cordial” e “sincera”, Biden e Modi expressaram publicamente crescente inquietação com a destruição dentro da Ucrânia, especialmente em Bucha, onde muitos civis foram mortos.

Biden não chegou a fazer um “pedido concreto” a Modi nesta segunda-feira, disse uma autoridade, observando que a Índia tem preocupações com o aprofundamento dos laços entre a Rússia e a China.

O presidente norte-americano disse a Modi, no entanto, que a posição da Índia no mundo não ficaria melhor com a dependência de fontes de energia russas, disseram autoridades dos EUA.

“O presidente transmitiu muito claramente que não é do interesse deles aumentar isso”, disse a porta-voz da Casa Branca Jen Psaki.

Amplas conversas entre as duas maiores democracias do mundo ocorreram enquanto os Estados Unidos buscam mais ajuda da Índia para condenar e aplicar pressão econômica à Rússia por uma invasão que Moscou chama de “operação militar especial”.

“Recentemente, as notícias dos assassinatos de civis inocentes na cidade de Bucha foram muito preocupantes”, disse Modi durante breve trecho da reunião aberta aos jornalistas.

“Condenamos imediatamente e pedimos uma investigação independente.”

Modi também afirmou ter sugerido em conversas recentes com a Rússia que o presidente Vladimir Putin e o presidente ucraniano, Volodymyr Zelenskiy, mantenham conversas diretas.









Fonte: Mix Vale