Banestes vai pagar R$57,339 mi em dividendos intermediários

0
46


O Itaú comprou a corretora digital Ideal em duas etapas, conforme fato relevante encaminhado ao mercado.

De acordo com o documento, a adquirente vai pagar por 50,1% do capital R$ 650 milhões na primeira etapa, e o restante (49,9%) do capital da Ideal será pago após 5 anos.

Também disse que a gestão e a condução dos negócios da Ideal continuarão autônomas em relação ao Itaú Unibanco, conforme os termos e condições de Acordo de Acionistas dessa transação.

E acrescentou que nesse contexto, a Ideal continuará atendendo seus clientes e o Itaú Unibanco não terá exclusividade na prestação de serviços.

“Essa aquisição reforça o ecossistema de investimentos do Itaú Unibanco e permitirá em especial, contar com o talento e expertise dos profissionais da Ideal, reconhecidos pela alta capacidade de inovar nesse setor a oferta de produtos e serviços financeiros (broker as a service) em modelo B2B2C por meio da plataforma white label a possível aceleração da entrada no mercado de agentes autônomos de investimentos e o aperfeiçoamento na distribuição de produtos de investimentos para clientes pessoas físicas”, destacou.

E disse mais: “a Ideal é uma corretora 100% digital e atualmente oferece soluções de trading eletrônico e DMA (direct market access), dentro de uma plataforma flexível e cloud-based. A Ideal obteve sua licença de funcionamento em 2019 e foi fundada por executivos com vasta experiência no segmento de intermediação de valores mobiliários, e atualmente é uma das corretoras líderes em volumes negociados nos mercados da B3.

A adquirente está na bolsa brasileira (B3) sob o ticker ITUB4.

Crédito: O Globo



Fonte: R7