Banco Central estima alta de 8% no crédito bancário em 2021 | Economia

0
13


Os empréstimos bancários devem registrar uma expansão de 8% em 2021, de acordo com estimativa divulgada nesta quinta-feira (25) pelo Banco Central no relatório de inflação do primeiro trimestre.

A expectativa anterior do BC, para o crescimento do crédito bancário neste ano, era de 7,8%.

Apesar do crescimento previsto para o crédito bancário em 2021, o BC prevê desaceleração na comparação com o ano passado, quando foi registrada uma expansão de 15,5%.

A nova estimativa para 2021 ocorre em meio à pandemia de Covid-19, que tem impactado o nível de atividade e a evolução do crédito bancário.

Segundo o BC, a previsão de alta do crédito para as empresas neste ano passou de 4,2% para 3,4%. A estimativa de crescimento dos empréstimos para pessoas físicas, por sua vez, subiu de 10,6% para 11,5% em 2021.

Caixa anuncia nova linha de crédito com juros ligados à remuneração da poupança

Caixa anuncia nova linha de crédito com juros ligados à remuneração da poupança

A queda na alta esperada para o crédito bancário para as empresas, informou o BC, está relacionada com o encerramento dos programas emergenciais de crédito, e no diferimento (autorização paga atraso no pagamento) dos financiamentos concedidos BNDES.

Para as famílias, o BC avaliou que as linhas de cartão de crédito à vista e financiamento de veículos terão contribuição importante para a alta do crédito em 2021.

“A despeito do recrudescimento da pandemia e de seu impacto sobre o consumo, espera-se que o crédito às famílias seja menos afetado do que no ano passado, quando prevalecia elevada incerteza e o consumo foi reduzido abruptamente, com consequências sobre modalidades relevantes do mercado de crédito. Essa perspectiva ganha força com a nova rodada do auxílio emergencial”, informou o BC.

VÍDEOS: veja mais notícias de economia



Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui