Auxílio Emergencial 2021: governo inclui mais 30 mil beneficiários após análise de dados | Auxílio Emergencial

0
18


Os depósitos em poupança social digital terão início a partir deste sábado (17) para quem não é do Bolsa Família e todos os beneficiários receberão o crédito da 4ª parcela até 30 de julho. Já os saques em dinheiro e autorização para transferências serão liberados entre 2 e 18 de agosto.

Para os aniversariantes de janeiro, os pagamentos do benefício serão realizados neste sábado (17). O cronograma continua no domingo (18) para quem nasceu em fevereiro, antecipando em uma semana os créditos na conta desse público. Os pagamentos são retomados na terça-feira (20) e seguem diariamente até o fim de julho, com exceção da segunda-feira (26) (veja calendário abaixo).

Segundo o Ministério da Cidadania, os novos aprovados receberão a primeira, a segunda e a terceira parcelas de uma vez só. Para o recebimento da quarta parcela, eles serão avaliados novamente e, se continuarem atendendo aos critérios do benefício, receberão de acordo com o calendário do ciclo 4 de pagamentos.

Os novos beneficiários foram considerados elegíveis após processamento de dados realizado neste mês. “Outros dois mil requerimentos passarão por análise mais detalhada da Dataprev e do Ministério da Cidadania e terão o resultado divulgado em novo lote. Para quem não teve a solicitação aprovada, o prazo para contestação vai até 3 de julho”, informou o ministério em seu site.

VÍDEO: Auxílio Emergencial 2021 - entenda as regras da nova rodada
VÍDEO: Auxílio Emergencial 2021 - entenda as regras da nova rodada

VÍDEO: Auxílio Emergencial 2021 – entenda as regras da nova rodada

Os trabalhadores podem consultar a situação do benefício pelo aplicativo do auxílio emergencial, pelo site auxilio.caixa.gov.br ou pelo https://consultaauxilio.cidadania.gov.br/.

Revisão de beneficiários

O número de beneficiários do Auxílio Emergencial encolheu em junho. Segundo o Ministério da Cidadania, 1.157.856 benefícios foram bloqueados ou cancelados no mês passado.

Desse total, forram “660.744 bloqueios em decorrência de indicativos de indícios de irregularidades apontados pela Controladoria-Geral da União (CGU) e 497.092 cancelamentos em função da revisão mensal”, informou o ministério ao G1.

O governo federal afirma que, até o momento, 39,3 milhões de famílias foram contempladas pelo Auxílio Emergencial em 2021, e que “ainda trabalha no processamento de cadastros”, a partir das informações disponíveis nas bases de dados governamentais.

Governo antecipa calendário do pagamento da 4ª parcela do Auxílio Emergencial — Foto: Economia G1

VÍDEOS: as últimas notícias sobre o Auxílio Emergencial



Fonte:G1