Autoridades da UE pedirão teto de preço do gás para conter inflação, mostra esboço de declaração

(.)

Por Jan Strupczewski e Kate Abnett

BRUXELAS (Reuters) – As autoridades da União Europeia (UE) pedirão ao braço executivo do bloco na sexta-feira para descobrir como lidar com a inflação crescente por meio de um teto para os preços do gás em uma tentativa de abordar a raiz dos problemas da UE, mostraram as conclusões preliminares de uma cúpula.

O pedido de um teto para o preço do gás da UE, ao qual Alemanha, Áustria, Holanda, Hungria e Dinamarca se opuseram, ocorre no momento em que os 27 países do bloco lutam por uma resposta conjunta à crise do custo de vida que se desenrola, causada pelo colapso de entregas de gás russo em retaliação ao apoio da UE à Ucrânia.

A Alemanha elevou a temperatura do debate na quinta-feira passada ao anunciar um pacote de apoio de 200 bilhões de euros para suas empresas e famílias, já que os preços da eletricidade, vinculados aos preços do gás, subiram dez vezes este ano, a inflação atingiu um recorde de 10% e os 19 países que compartilham o euro caminham para uma recessão.

Outros na UE não podem financiar um auxílio desse tamanho: a França juntou 67 bilhões de euros e a Itália, 68 bilhões. A decisão de Berlim provocou preocupação na Comissão Europeia e nas capitais da UE sobre a equidade da concorrência no mercado do bloco.

Comparando o choque externo da crise dos preços da energia com a pandemia da Covid-19, os funcionários da UE pedem uma resposta conjunta do bloco que ajude todos os países a lidar com o problema sem comprometer as regras de concorrência leal.

Um acordo em toda a UE sobre um teto para os preços do gás, se receber apoio suficiente, pode ser uma dessas respostas conjuntas.

“Nossos esforços para garantir a segurança do abastecimento e reduzir os preços da energia precisam continuar”, disse o esboço das conclusões dos líderes da UE, visto pela Reuters.

“Convidamos a Comissão a trabalhar, com urgência, em… propor soluções viáveis para reduzir os preços por meio do teto para os preços do gás”, disse o esboço, que ainda pode mudar antes de ser publicado na sexta-feira.

A maioria dos 27 países quer um teto para os preços do gás em toda a UE. Na semana passada, 15 países pressionaram a Comissão a propor um, e alguns, incluindo Polônia e Itália, estão agora redigindo sua própria proposta. Outros países se opõem.

A Comissão ainda não propôs um limite e levantou preocupações sobre a ideia, sugerindo que os países considerem limites de preços mais estreitos, como um direcionado ao gás usado apenas para geração de energia.

(Reportagem de Jan Strupczewski, Kate Abnett)

tagreuters.com2022binary_LYNXMPEI920VQ-BASEIMAGE







Fonte: Mix Vale