Arezzo compra marca de vestuário Baw por R$ 105 milhões | Economia

0
17


A Arezzo &Co deu mais um passo para ampliar sua fatia no segmento de vestuário. Com marcas líderes no setor calçadista como Arezzo, Schutz e Anacapri, a companhia confirmou a compra da Baw, uma marca de roupas streetwear [moda urbana] e nativa digital, com sede no bairro paulistano do Bom Retiro, região tradicional de confecções.

O valor total da aquisição da Baw é de R$ 105 milhões, que pode ser acrescido de R$ 10 milhões caso métricas de desempenho sejam alcançadas. No ato, R$ 35 milhões são pagos em dinheiro. Em ações serão R$ 50 milhões e, após cinco anos, outra parcela de R$ 20 milhões será paga em dinheiro.

A aquisição vem somar ao portfólio de vestuário criado a partir da compra da marca carioca Reserva, no fim de 2020.

Fundada em 2014 pelos irmãos Bruno e Lucas Karra, a Baw se relaciona fortemente com o público da geração Z. “Irreverente, jovem, moderna e democrática, a Baw cria uma moda cheia de atitude, oferecendo um portfólio completo de categorias em malharia com modelagens básicas e confortáveis que podem ser usadas por todos os gêneros e corpos, em uma visão genderless”, diz a Arezzo em documento sobre a compra. A expectativa de faturamento da marca neste ano é de R$ 80 milhões.

Os atuais sócios da Baw deverão permanecer vinculados contratualmente à marca no mínimo até junho de 2025, mantendo seus cargos na diretoria. Além disso, como forma de alinhamento de interesses, como aconteceu após a aquisição da Reserva, em 2020, os fundadores da Baw se tornarão acionistas da Arezzo &Co.



Fonte: G1