Arábia Saudita rejeita acusações de espionagem com programa Pegasus | Mundo

0
9


A agência de notícias oficial do governo, a SPA, afirmou que um dirigente de governo negou as informações publicadas na imprensa, segundo as quais um órgão público do reino saudita teria usado um software para monitorar as mensagens de celulares de algumas pessoas.

De acordo com a fonte, cujo nome e cargo não foram divulgados, “essas denúncias são infundadas”, e a Arábia Saudita “não aprova esse tipo de prática”, acrescentou a SPA.

A empresa israelense NSO Group comercializa o programa de espionagem Pegasus que, uma vez inserido em um smartphone, pode recuperar mensagens, fotos, contatos e até ouvir ligações.

Acusada de fazer o jogo dos regimes autoritários, o NSO Group garante que seu programa é usado apenas para obter informações de redes criminosas, ou terroristas.

Veja os vídeos mais assistidos do G1



Fonte: G1