Aposentadoria no Teto do INSS: Veja quem ainda consegue

0
746


Aposentadoria no Teto do INSS: Veja quem ainda consegue O governo federal anunciou sua estimativa de valor para o salário mínimo de 2022, que vai alterar o valor máximo que o INSS poderá pagar aos seus beneficiários.

Atualmente, o chamado teto dos benefícios previdenciários é de R$ 6.433,57. Se as projeções se confirmarem, ele pode chegar a R$ 6.832,45 no próximo ano.

No entanto, de acordo com especialistas em cálculos previdenciários, receber o teto do INSS não é tão fácil, principalmente após a reforma da Previdência. Em geral, os beneficiários que contribuíram a vida toda pelo teto recebem o que os especialistas chamam de média-teto.

No entanto, há situações em que é possível receber o valor máximo. Elas ocorrem principalmente no caso de quem consegue ter tempo de contribuição acima do exigido. Segundo o autuário Newton Conde, diretor e consultor da Conde Consultoria Atuarial, pelas regras de transição da reforma, há casos onde o percentual de cálculo ultrapassa 100% da média salarial, fazendo com que o futuro aposentado consiga receber o valor máximo pago pelo INSS.

Dentre os exemplos está um segurado com 43 anos de contribuição, que pode se aposentar por idade mínima. Ele terá sua renda calculada sobre 60% mais 2% a cada ano que ultrapassar 20 anos de contribuição. Com isso, atingirá índice de 106%.

No caso das mulheres, o teto seria possível após 38 anos de contribuição, quando ela também atingiria 106%, já que, para as mulheres, os 2% de aumento começam a partir de 15 anos de INSS. Para se aposentar pela idade mínima neste ano é preciso ter 62 anos (homem) e 57 (mulher).

Segundo Conde, a diferença entre o teto e a média-teto ocorre porque os índices de correção dos benefícios ao longo dos anos.










Fonte:
R7