Apartamentos compactos estão ganhando cada vez mais espaço no mercado imobiliário

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp


Os apartamentos compactos estão ganhando cada vez mais espaço no mercado imobiliário de luxo, e a maioria desses imóveis tem a metragem máxima de 45 m². Esses empreendimentos estão se mostrando bem lucrativos. De acordo com informações do sindicato patronal de habitação de São Paulo (Secovi=SP), aproximadamente 75% dos imóveis lançados em 2021 tinha no máximo 45 m².

A incorporadora You,inc, é especialista nesse padrão de imóveis. De acordo a diretora institucional da empresa, Tatiana Muszkat, esses apartamentos atraem de igual modo investidores e compradores com finalidade de moradia. “Nós temos uma curadoria muito forte. Temos terrenos bastante icônicos, trabalhamos com arquitetos renomados, buscamos inspiração internacional, e também tentamos antecipar tendências”, pontua Tatiana.


Decorado virtual V3rso Jardins da You,inc. (Reprodução/Instagram)


O último lançamento da You,inc o V3rso Jardins Tailored by Emiliano, fica localizado na Alameda Santos, próximo à Avenida Paulista, região que chegou a ser disputada pelas principais incorporadoras local. Tatiana pontua que o processo de aquisição do terreno durou mais de um ano, tempo superior ao comum no mercado. “Nós compramos dentro das melhores ruas nos melhores bairros”, afirma a diretora.

O CEO da Gafisa em São Paulo, Guilherme Benevides, também considera de grande importância a localização dos empreendimentos. Ele afirma que o terreno é o maior ativo da empresa, pois ele fará a diferença para o público comprador.

O empreendimento Update Vila Madalena, tem previsão de lançamento para 2022, oferecendo unidades Studio e apartamentos que variam de 20 a 86 m², com valor a partir de 424 mil reais. O lançamento é das apostas da Gafisa para o mercado, neste segmento.

Olhamos cada projeto no detalhe para entendermos o que se encaixa em cada um, mas sempre pensando em agregar valor e não ser um projeto comum”, sinaliza o CEO. Ele comenta que alguns bairros que estão localizados próximos a estações de metrô e centros culturais não tem mais ou possuem poucas opções para novas construções, o que gera grande disputa pela classe alta.


Sugestão de decoração para apartamento 40m² da Gafisa. (Foto: Reprodução/Gafisa)


Uma das vantagens do público que adquire imóveis de luxo está na baixa procura por financiamentos. Por se tratar de compradores com maior poder aquisitivo, algumas taxas e juros, mesmo quando aumentam, como é o caso da Selic, não interferem nas vendas para esse público.

De acordo com a Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc), o número de vendas de imóveis de alto padrão em 2020 proporcionou ao mercado o melhor resultado desde 2014. No ano passado, houve um crescimento de 32% com relação a 2020.

 

Foto destaque: Smart Vila Madalena da Gafisa. Reprodução/Pinterest.

LEIA MAIS

Arezzo pode captar mais de 800 milhões de reais em ações
Braço da FTX consegue arrecadar 400 milhões de dólares
Brunna Siqueira é a nova jovem brasileira milionária, com apenas 30 anos de idade





Fonte: R7