Alto consumo de avocado no mercado externo anima produtores do fruto no interior de SP | Nosso Campo

0
16


Uma fazenda localizada em Bauru (SP) é pioneira na produção de avocados. Com 600 hectares usados para o cultivo, a colheita é toda manual e requer muito cuidado para não prejudicar a qualidade do fruto.

Além de abastecer o mercado interno, a fazenda exporta 80% da produção para a Europa, Países Escandinavos, Argentina e Uruguai.

A safra dura em média cinco meses. As primeiras colheitas são exclusivas para o mercado externo. Isso porque esses países não dão conta de produzir a quantidade necessária para suprir a demanda dos consumidores. Com este cenário, produtores brasileiros ganham espaço lá fora.

Lígia Carvalho é uma delas. Ela conta que, além dos países que já trabalham com exportação do fruto, busca abertura em outros países, como Estados Unidos, Japão e Chile, mercados que despertam o interesse dos produtores brasileiros.

(Vídeo: veja a reportagem exibida no programa em 28/03/2021)

Alto consumo de avocado no mercado externo anima produtores do fruto no interior de SP

Alto consumo de avocado no mercado externo anima produtores do fruto no interior de SP

Do campo direto para a câmara fria para reduzir a temperatura dos abacates. Depois de resfriados, começa o passo a passo na indústria, totalmente automatizado. Tudo isso dentro da fazenda. As máquinas não param.

Um dos insumos mais importantes para a manutenção da cadeia e qualidade do avocado é a energia. Pensando nas 453 toneladas de carbono que seriam lançadas na atmosfera, prejudicando o meio ambiente, a fazenda hoje tem geração de energia elétrica solar.

Na safra deste ano, a produção deve ficar em torno de 2,4 mil toneladas, 30% abaixo do que a fazenda normalmente produz. Isso por causa do clima seco registrado no ano passado.

A notícia boa é que, mesmo com a produção menor em 2021, a fazenda não deixou de gerar empregos. Indiretamente, são 430 postos de trabalho e os funcionários fixos somam 400.

Jadson Donizete Leme da Silva começou o trabalho na fazenda como auxiliar geral e hoje atua como encarregado de produção. Ele diz que essas oportunidades são muito importantes, ainda mais no atual cenário.

VÍDEOS: veja as reportagens do programa



Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui