Alemanha prepara plano para eventual corte abrupto de gás russo, dizem fontes

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp


Por John O’Donnell

BERLIM (Reuters) – Autoridades alemãs estão se preparando discretamente para qualquer interrupção repentina no fornecimento de gás russo com um pacote de emergência que pode incluir assumir o controle de empresas críticas, disseram à Reuters três pessoas familiarizadas com o assunto.

Os preparativos liderados pelo Ministério da Economia mostram o elevado estado de alerta sobre o abastecimento do gás que movimenta a maior economia da Europa e é fundamental para a produção de aço, plásticos e automóveis.

O gás russo representou 55% das importações da Alemanha no ano passado, e Berlim está sob pressão para desfazer um relacionamento comercial que os críticos dizem estar ajudando a financiar a guerra da Rússia na Ucrânia.

A Alemanha disse que quer se livrar dos suprimentos russos, mas espera depender amplamente de Moscou para gás até meados de 2024.

Ainda não está claro se uma interrupção abrupta aconteceria e as autoridades disseram que a Alemanha queria evitar uma escalada, como um apoio ao embargo europeu, já tendo apoiado sanções contra Moscou sobre carvão e petróleo.

Mas agora eles temem que a Rússia possa cortar os fluxos de gás unilateralmente e querem ser capazes de lidar com isso se isso acontecer.

Embora uma ampla estrutura esteja em vigor e o governo esteja determinado a ajudar, os detalhes de como o plano será colocado em ação agora estão sendo discutidos, disseram as autoridades.

Questionado sobre as medidas, o Ministério da Economia da Alemanha apontou declarações de seu chefe, o vice-chanceler Robert Habeck, de que o país fez “esforços intensos” nas últimas semanas para reduzir o uso de energia russa.









Fonte: Mix Vale