Aeroporto de Cabul reabre para receber auxílio e voos domésticos recomeçam | Economia

0
14


A companhia Ariana Afghan Airlines retomou alguns voos no Afeganistão entre Cabul e três grandes cidades provinciais neste sábado (4), afirmou a companhia aérea, após uma equipe técnica do Catar reabrir o aeroporto da capital para auxílios humanitários e serviços domésticos.

Voos entre Cabul e Herat, no oeste, Mazar-i Shariff, no norte, e Kandahar, no sul, começaram a operar, afirmou a companhia aérea em comunicado na sua página no Facebook.

“A Ariana Afghan Airlines está orgulhosa por retomar seus voos domésticos”, disse.

Mais cedo, o embaixador do Catar no Afeganistão afirmou que uma equipe técnica havia conseguido reabrir o aeroporto de Cabul para receber auxílio, segundo o canal de notícias do Catar, Al Jazeera.

Forças do Talibã patrulham em frente ao Aeroporto Internacional Hamid Karzai em Cabul, no Afeganistão, na quinta (2) — Foto: Reuters

A pista do aeroporto foi reparada em cooperação com as autoridades no Afeganistão, disse o embaixador, segundo a Al Jazeera, em outro pequeno passo na direção de uma relativa normalidade após a turbulência das últimas três semanas.

Reabrir o aeroporto, vital tanto para o mundo exterior quanto para o território montanhoso do Afeganistão, tem sido uma das principais prioridades do Taliban, que tenta restaurar a ordem após a tomada relâmpago de Cabul em 15 de agosto.

O aeroporto de Cabul estava fechado desde o fim da ampla operação dos EUA para evacuar de avião os seus cidadãos, outros estrangeiros e afegãos que ajudaram os países ocidentais.

Afegãos se aglomeram na pista do aeroporto de Cabul no dia 16 de agosto para tentar fugir do país após o Talibã assumir o controle do Afeganistão — Foto: AFP

O fim da evacuação de dezenas de milhares de pessoas marcou a retirada das últimas forças norte-americanas do Afeganistão após 20 anos de guerra.

Milhares de pessoas querendo deixar o Afeganistão, com medo da vida sob o comando do Taliban, foram deixados para trás quando a operação de evacuação terminou no fim de agosto.

O Taliban, adversário do Ocidente na guerra de duas décadas após os ataques de 11 de setembro de 2011 nos Estados Unidos, prometeu uma passagem segura a todos que quisessem ir embora.



Fonte: G1