Ações europeias ampliam máximas de fim de ano com impulso do Brexit | Economia

0
18


As ações europeias fecharam em uma máxima em dez meses nesta terça-feira (29), depois que um acordo comercial do Brexit, esperanças de um pacote de estímulo aprimorado nos Estados Unidos e a maratona da campanha de vacinação contra a Covid-19 no continente pintaram um cenário mais otimista para 2021.

O índice FTSEurofirst 300 subiu 0,75%, a 1.547 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhou 0,76%, a 402 pontos, subindo pela quinta sessão consecutiva.

As ações britânicas tiveram desempenho superior ao de seus pares regionais depois da conclusão de um acordo comercial do Brexit na semana passada.

Reino Unido publica regras do Brexit

Reino Unido publica regras do Brexit

Embora o acordo, assinado na semana passada, esclareça as dúvidas sobre o comércio entre o Reino Unido e a UE no curto prazo, os dois lados ainda precisam acertar os detalhes do pacto– um processo que deve levar anos.

A pandemia de coronavírus também permanece como uma fonte de incerteza, visto que as rupturas econômicas geradas pelo vírus persistirão nesse meio tempo até que haja uma vacinação generalizada.

As ações europeias caminhavam para terminar o ano em baixa, apesar da forte recuperação diante de mínimas em vários anos atingidas mais cedo no ano.

  • Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 1,55%, a 6.602,65 pontos.
  • Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,21%, a 13.761,38 pontos.
  • Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,42%, a 5.611,79 pontos.
  • Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,13%, a 22.259,35 pontos.
  • Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,24%, a 8.174,80 pontos.
  • Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,05%, a 4.931,62 pontos.

Vídeos: Últimas notícias de economia



Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui