62% dos consumidores usam celular como único canal de compras on-line; veja dicas para seu negócio | Empreendedorismo

0
9


A maioria dos consumidores utiliza o celular como único canal de compras on-line. Segundo estudo realizado pela MeSeems/MindMiners a pedido do Google, o número de brasileiros que consomem exclusivamente dessa forma chega a 62%.

Focar em oferecer uma boa experiência para os consumidores pelo celular deve ser o foco de quem vende pela internet, de acordo com Claudia Carneiro, gerente sênior de estratégia mobile do Google Brasil.

“As empresas sabem que a interação no smartphone é diferente do computador, mas ainda não se deram conta de que uma usabilidade ruim no celular impacta negativamente a receita”, explica Claudia.

Para a gerente, poucos investimentos têm um potencial de retorno tão alto para as empresas.

“A otimização do design para melhorar a taxa de conversão no celular deveria ser a prioridade número um das empresas”, alerta.

Melhorar a experiência mobile é um desafio para empresas de todos os tamanhos. De acordo com Claudia, é muito comum notar vários problemas de usabilidade em sites mobile ou apps de e-commerce.

“Baseado em diversas pesquisas com consumidores, podemos afirmar com muita convicção que, hoje, os grandes sites de e-commerce do Brasil ainda estão muito aquém das expectativas dos usuários e do seu potencial”, afirma Claudia.

Mesmo com esse cenário, Cludia garante que pequenas e médias empresas podem melhorar a experiência de seus clientes pelo celular. A pedido do g1, o Google dá dicas para aprimorar a experiência mobile dos usuários e ajudar a aumentar as vendas:

1- Permita compras sem cadastro

Possibilitar que um usuário faça uma compra sem necessidade de fazer um cadastro pode impactar diretamente a taxa de conversão do negócio. Estudo do Instituto Baymard revelou que 35% dos carrinhos são abandonados quando o site obriga o usuário a se cadastrar para concluir a compra.

2- Esqueça formulários muito longos

Reduzir ao máximo os campos desnecessários no formulário de compra e cadastro também pode influenciar as vendas. No mesmo estudo do Instituto Baymard, um terço de todos os carrinhos são abandonados por conta de longos e complexos formulários para realizar a compra. Pergunte-se quais dados sua empresa realmente necessita e remova as informações dispensáveis.

3- Melhore o desempenho do site

Carregamento, interatividade e estabilidade são os três indicadores para avaliar o desempenho de um site. É preciso sempre monitorar esses indicadores.

4- Aprimore a experiência de busca

A barra de busca deve ter um lugar de destaque no site. É importante também que toda busca feita exiba algum resultado, mesmo que de um produto similar. Muitos usuários que compram pelo celular começam o processo de pesquisa através dessa barra de busca.

5- Destaque as categorias

Para oferecer uma boa usabilidade para o cliente é importante destacar as categorias de produtos que o negócio oferece acima da dobra da página. Dessa forma, o usuário consegue captar facilmente tudo o que a empresa oferece. Essa dica vale principalmente para negócios com grande variedade de produtos disponíveis.

Adicione o maior número de opções de filtros e de classificações dos resultados no site. Estudo do Google realizado em 2020, feito em sete países da Europa, mostrou que 88% dos usuários declaram que a condição de filtrar e ordenar os resultados ajuda a reduzir a tensão diante do excesso de informações. Os problemas mais relatados pelos usuários são as poucas opções de filtragem, design confuso da ferramenta e falta de lógica nos resultados.

O site deve ter imagens de cada produto, preferencialmente em alta qualidade, com ângulos diferentes e com a possibilidade de zoom para maior nitidez. Como a tela do celular é pequena, ampliar as imagens dos produtos virou uma condição indispensável na interação do cliente.

Ter boas fotos de produtos pode aumentar vendas de loja virtual

Ter boas fotos de produtos pode aumentar vendas de loja virtual

8- Valorize a opinião do usuário

Disponibilizar as avaliações do produto de usuários que já compraram é uma validação importante para os consumidores, principalmente quando ainda não conhecem o produto ou a marca.

9- Informe sobre frete e entrega

As informações de valor de frete devem estar de forma clara e acessível. E, sempre que possível, oferecer condições especiais. O estudo do Instituto Baymard mostrou que 55% dos usuários abandonam o carrinho por conta dos custos adicionais, como o frete. Portanto, é importante mostrar o valor o quanto antes para não frustrar o cliente no momento de finalização da compra.

10- Facilite a navegação

É preciso ajudar o cliente a finalizar a comprar, tornando o mais simples possível onde clicar e onde inserir as informações. Deixe os botões visíveis e de fácil acesso, ajudando o cliente em todo o processo.



Fonte: G1