110 concursos públicos com inscrições abertas reúnem 14,1 mil vagas no país | Concursos e Emprego

0
14


Pelo menos 110 concursos públicos no país estão com inscrições abertas nesta segunda-feira (9) e reúnem 14,1 mil vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. Os salários chegam a R$ 20.530,01 na Universidade Federal do ABC (UFABC).

Além das vagas abertas, há concursos para formação de cadastro de reserva – ou seja, os candidatos aprovados são chamados conforme a abertura de vagas durante a validade do concurso.

Nesta segunda-feira, pelo menos 7 órgãos abrem o prazo de inscrições para 470 vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. Os salários chegam a R$ 16.674,77 na Prefeitura de Santa Bárbara (MG). Veja abaixo as informações de cada concurso:

Prefeitura de Frecheirinha (CE)

  • Inscrições: até 05/12/2020
  • 399 vagas
  • Salários de até R$ 10.388,00
  • Cargos de nível fundamental, médio e superior
  • Veja o edital

Prefeitura de Santa Bárbara (MG)

  • Inscrições: até 13/11/2020
  • 1 vaga
  • Salários de até R$ 16.674,77
  • Cargos de nível superior
  • Veja o edital

Procuradoria Geral do Estado da Bahia

  • Inscrições: até 13/11/2020
  • 32 vagas
  • Salários de até R$ 4.201,15
  • Cargos de nível superior
  • Veja o edital

Prefeitura de Aripuanã (MT)

  • Inscrições: até 17/11/2020
  • Concurso para cadastro
  • Salários de até R$ 13.975,08
  • Cargos de nível fundamental, médio e superior
  • Veja o edital

Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região do Vale do Peixoto (MT)

  • Inscrições: até 29/11/2020
  • 33 vagas
  • Salários de até R$ 3.000,00
  • Cargos de nível fundamental, médio e superior
  • Veja o edital

Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (Imip)

  • Inscrições: até 17/11/2020
  • 2 vagas
  • Salários de até R$ 16.543,78
  • Cargos de nível médio e superior
  • Veja o edital

Universidade Federal do Pará (UFPA)

  • Inscrições: até 09/02/2021
  • 3 vagas
  • Salários de até R$ 9.616,18
  • Cargos de nível superior
  • Veja o edital

Assista a mais notícias de Economia:



Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui