Voluntários e pescadores retiram mais de uma tonelada de lixo da Lagoa de Guarapina, em Maricá, no RJ | Região dos Lagos

0
26


Voluntários, pescadores artesanais, representantes da Coordenadoria de Pesca e equipes da Prefeitura de Maricá (RJ) fizeram um mutirão de limpeza na Lagoa de Guarapina, no distrito de Ponta Negra, na manhã deste sábado (15). Foram retirados 1.386 quilos de lixo, em 77 sacos cheios, de dentro da lagoa.

Além do lixo da água, os voluntários também recolheram lixo da orla e do terreno em frente a lagoa, o que contabilizou cerca de 1,8 tonelada.

Ação de limpeza em lagoa de Maricá, RJ, também contou com o trabalho de equipes da prefeitura — Foto: Anna Beatriz Lourenço

O mutirão começou por volta das 8h e terminou às 12h.

Pescadores usaram barcos e caiaques pra atravessar a lagoa. Entre os principais objetos retirados da água estavam pneus, garrafas pet, garrafas de vidro, bitucas de cigarro, sacolas plásticas e tocos de madeira.

Voluntários encontraram diversos materiais descartados de forma irregular em lagoa de Maricá, no RJ — Foto: Anna Beatriz Lourenço

Essa foi a primeira vez que voluntários fizeram esse mutirão de limpeza na Lagoa em Ponta Negra, e foi o segundo mutirão em que pescadores se uniram a equipes da prefeitura.

A Lagoa de Guarapina tem ligação com o canal de Ponta Negra, que faz a conexão entre a lagoa e o mar. Muitos pescadores artesanais dependem da lagoa para conseguir o pescado diariamente, por isso, a limpeza foi importante para evitar que o lixo se prenda a redes de pesca ou prejudique a biodiversidade da lagoa.

Entre os objetos recolhidos da lagoa em Maricá, RJ, estavam pneus e garrafas pet — Foto: Anna Betriz Lourenço

“Esses objetos podem agarrar na rede de um pescador à noite, e aí embola a rede e fica ruim pra tirar. Quantos anos essas garrafas iam ficar na lagoa causando impacto ambiental? Essa iniciativa foi muito positiva”, conta o pescador Alexandre Rodrigues.

Para coibir o descarte irregular, equipes do Serviços de Obras de Maricá (Somar) implantaram lixeiras e placas com dizeres “proibido jogar lixo” na região.

Mudas de árvores também foram plantadas próximo à lagoa em Maricá, no RJ — Foto: Anna Beatriz Lourenço

No local, também foram plantadas algumas mudas, árvores e vegetações nativas do Complexo Lagunar de Maricá.



Fonte: G1