Vilarejo Acabamentos completa um quarto de século | Especial Publicitário – vilarejo-solucao-em-casa

0
10


Assim como a construção de qualquer empreendimento que deve começar por uma base sólida, nasce a Vilarejo Acabamentos, que neste mês de agosto completa 25 anos de história.

Tudo começou com uma pequena loja em Macaé, inaugurada em 1996 pelos irmãos Monique e Frederico Mello. De lá pra cá muita coisa mudou e a primeira loja virou um símbolo do início da construção de um grupo que consolida a cada ano seu lugar de destaque no Estado do Rio de Janeiro. Atualmente com cinco lojas Acabamentos, duas Conceito (as boutiques do grupo) e um Centro de Distribuição, a Vilarejo é reconhecida como uma das melhores empresas do Brasil em Pisos, Revestimentos, Louças e Metais.

“Para a nossa surpresa, um ano depois de inaugurarmos Macaé, demos um passo maior e chegamos a Cabo Frio, com a segunda loja do grupo. Nos dedicamos muito, empreendemos nossos esforços para criarmos uma empresa familiar forte”, informa Monique Mello, sócia proprietária da Vilarejo.

A chegada dos anos 2000 foi recebida com mais desafios para o grupo. A loja de Macaé já não atende as expectativas e precisa de um espaço maior e passa para uma área de 2,5 mil m². E com o aumento de vendas nas duas cidades, surge a necessidade de um lugar para armazenar o estoque. Nasce assim, em 2004, o primeiro Centro de Distribuição, em Rio das Ostras.

“Em 2009 chegamos ao Norte Fluminense, na cidade de Campos dos Goytacazes, com a terceira loja Acabamentos. Eu e minha irmã Monique percebemos que tinha uma carência no mercado de material de construção e empreendemos nossos esforços nesse sentido. O tempo voou…”, relembra Frederico Mello, sócio proprietário da Vilarejo.

E o grupo não parou de crescer. Em 2011, foi a vez da cidade de Rio das Ostras ganhar a quarta loja e, em 2015, o Centro de Distribuição precisou sem ampliado e mudar de lugar.

“Estrategicamente o instalamos às margens da BR 101, em Casimiro de Abreu, para que pudéssemos fazer entregas expressas em todas as cidades que atendíamos e nas próximas, como aconteceu em 2016, quando abrimos a quinta unidade em Araruama. Hoje temos no CD, 350.000 m² em estoque”, conta Frederico.

Com cinco lojas nas regiões dos Lagos e Norte Fluminense, a Vilarejo inaugura nos anos seguintes as lojas Boutique, nas cidades de Niterói e, neste ano de 2021, no Casashopping, Rio de Janeiro. Atualmente o grupo conta com cerca de 400 colaboradores e, mesmo com tanto crescimento, mantém os princípios de uma empresa familiar.

“Temos em nosso quadro de colaboradores pessoas que comemoraram 25 anos com a gente, fazemos questão de tê-los por perto nessa história de tantas lutas, mas de muitas conquistas. Hoje, olhamos pra trás e vemos tudo que construímos e ainda podemos construir porque a gente acredita, a gente faz”, finaliza Monique Mello.

Além das lojas, o Grupo Vilarejo conta com o Hotel Fazenda Vilarejo, em Conservatória e o Vilarejo Praia, em Rio das Ostras, além da Fábrica de Laticínios, da Cachaçaria e das atividades agropecuárias . E com uma história de ¼ de século tão próspera, não é difícil imaginar que os próximos anos sejam de mais expansão.



Fonte: G1