Vídeo mostra garotos dando maconha a gato e delegacia de Curitiba retira animal de família; assista

    44


    A Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA) conseguiu identificar dois garotos que filmaram um gato sendo submetido a uma fumaça de maconha. O vídeo (assista abaixo) acabou sendo compartilhado diversas vezes, chamando atenção da equipe da delegacia, que logo identificou os responsáveis. Ambos moram no bairro Sítio Cercado, em Curitiba, onde o vídeo foi gravado. Eles confessaram o maus tratos. O gato foi retirado da família.

    Para a Banda B, o delegado responsável pelas investigações Matheus Araújo Laiola disse que, a princípio, os dois rapazes negaram a ação, mas depois confessaram. “Conseguimos descobrir mais detalhes sobre o vídeo, onde ele foi feito e também identificar a pessoa que aparece no vídeo. Fomos ao local, inicialmente negou a autoria, mas depois as duas pessoas acabaram admitindo que fizeram isso mesmo – a que filmou e a que aparece no vídeo”, contou.

    Segundo o delegado, quem filma as imagens e compartilha nas redes sociais é um adolescente. “Ele disse que era maconha, mas que o animal estaria bem. Acabamos por retirar o gato dessas pessoas. O maior de idade foi responsabilizado pela prática do crime de maus tratos, o menor teve o procedimento realizado na Delegacia do Adolescente”, revelou o delegado, em entrevista à Banda B.

     

    Gato retirado da família. Foto: Divulgação/Polícia Civil

     

    Maus tratos

    Depois dos procedimentos legais, o delegado ainda completou.”As pessoas precisam saber que maus tratos é crime, as pessoas podem ser responsabilizadas criminalmente e a gente pode até mesmo retirar o animal, assim como fizemos nesse caso. Pedimos mais consciência por parte da população, saibam que animal não é coisa, animal tem sentimento, sofre, entra em depressão, tem problemas, assim como a gente vem noticiando diariamente na Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente do Paraná”.

    Vídeo

    Assista ao vídeo que viralizou:

     


    Fonte: Banda B