Vereadora de Búzios denuncia presidente da Câmara por formação de quadrilha e falsificação de documentos

0
247
Vereadora de Búzios denuncia presidente da Câmara por formação de quadrilha e falsificação de documentosA vereadora Gladys Nunes (PROS) denunciou a presidente da Câmara de Búzios, Joice Costa (PP) ao Ministério Público por fraude, superfaturamento, formação de quadrilha e falsificação de documentos. Além da presidente, três empresas também são suspeitas de participarem do suposto esquema fraudulento denunciado pela vereadora que, segundo Gladys, lesou os cofres públicos. As irregularidades ocorreram durante obras de reforma no prédio da Câmara Municipal de Armação dos Búzios, que eram de responsabilidade do condomínio a que o imóvel pertence segundo a denunciante.
Gladys revela na denúncia que uma das empresas cotadas pela presidência da Câmara para compra do material de construção vendia apenas móveis rústicos, e uma outra, garrafas de vinho. Segundo a denúncia, um dos sócios dessa segunda licitante, Thiago Andrade Lima, chegou a admitir que a empresa dele não vende tais materiais e que nunca apresentou qualquer orçamento à Câmara Municipal, mas a outras sócia, Thaísa Andrade Lima, confirmou que foi ela a responsável pelo orçamento feito a pedido do Secretário Geral da Câmara, Marcelo Albino, pessoalmente, sem conhecimento do sócio, apesar da empresa não ter no contrato social autorização para vender material elétrico e hidráulico.
A denúncia revela, também, que Thais, sócia da empresa com sede em Araruama, é casada com o sócio da ENGELUZ, de Cabo Frio, empresa escolhida para fornecer o material para as obras de reforma do prédio da Câmara. Gladys também chama a atenção para um padrão comum utilizado na confecção das propostas: todas foram apresentadas com a mesma formatação, com as mesmas marcas de produto e na mesma data – dia 2 de janeiro de 2019 – e, de acordo com memorando da presidência da Câmara, os orçamentos foram feitos presencialmente pelo Secretário Geral do poder legislativo.
– A minha obrigação é fiscalizar não apenas os atos do Executivo, mas também da Câmara, afinal, como diz o velho ditado, “pau que bate em Chico bate em Francisco”, comentou a vereadora Gladys Nunes prometendo denunciar um novo escândalo, envolvendo a “multiplicação dos pães em Búzios”.
A RESPOSTA DA PRESIDENTE DA CÂMARA
Joice Costa foi direta e incisiva em sua resposta à Gladys Nunes: “você Gladys é para mim uma pessoa suja, mentirosa e está despreparada. Todo o processo de compra de materiais para a manutenção do prédio da Câmara tais como: pintura, elétrica e banheiro (que você mesmo muito elogiou), foi enviado para o seu gabinete, através de memorandos. A melhoria em uma instalação antiga que não acontecia já havia quatro anos, e que se deu em janeiro de 2019, totalizou R$ 16.328,78 com dispensa de licitação para compra de materiais e mão-de-obra dada pelo condomínio. Agora quero que prove irregularidades e nos vemos no Tribunal. Pau que dá em Chico, dá em Francisco”, disse. “Formação de quadrilha com 16 mil reais? Faça-me o favor! O processo de compra e pagamento encontra-se no Portal da Transparência da Câmara Municipal de Armação dos Búzios”, conclui.
Até o fechamento dessa reportagem a ENGELUZ não havia se pronunciado sobre o assunto. Continuamos aguardando pelo plantaodoslagos@gmail.com.
(Fonte: Notícias da Nossa Região)