Vereador de Macaé, Thales Coutinho morre vítima da Covid-19 | Região dos Lagos

0
34


Morreu no início da noite desta quarta-feira (7), vítima da Covid-19, o vereador de Macaé (RJ) Thales Coutinho (Pode), de 37 anos. Thales testou positivo para a doença no dia 31 de maio e foi internado em uma unidade hospitalar no dia 2 de junho.

A Câmara Municipal de Macaé decretou luto oficial de sete dias pela morte do parlamentar. O expediente desta quinta-feira (8) também foi cancelado.

Thales é filho do ex-vereador, ex-presidente do Legislativo e mais recentemente no posto de secretário da Casa Civil, Eduardo Cardoso Gonçalves da Silva e da professora Bernadete Coutinho. Eduardo Cardoso morreu no último dia 21 de junho, também por complicações da Covid-19.

O vereador deixa a esposa, Juliana Felix Froede, e a filha Sofia, de apenas 11 meses.

Desde que Thales testou positivo para a doença, a assessoria do parlamentar começou a divulgar informes sobre o estado de saúde dele em suas redes sociais.

De acordo com um dos boletins divulgados, Thales precisou ser entubado no dia 6 de junho por complicações da Covid-19. No último boletim, publicado no dia 14, a assessoria informou que o vereador havia apresentado uma melhora gradual no quadro clínico. Nesta quarta, no entanto, Thales não resistiu às complicações causadas pela doença e morreu pouco mais de um mês após ser internado.

Servidor público há 12 anos, ao longo da vida pública Thales Coutinho Gonçalves da Silva ocupou o cargo de presidente da Fesporte, em 2016; além de ter sido secretário de Esporte, em 2017 e de Cultura, de 2017 a 2020. No ano passado, ele disputou pela primeira vez uma eleição e foi eleito com 1.822 votos.



Fonte: G1