Turistas de Ribeirão Preto se dizem vítimas de golpe após compra de viagem para Cabo Frio

0
290

Turistas de Ribeirão Preto se dizem vítimas de golpe após compra de viagem para Cabo FrioUm grupo de turistas de Ribeirão Preto (SP) alega ter sido vítima de um golpe de uma empresa, após a compra de viagens para Cabo Frio. As vítimas relatam que adquiriram os pacotes com ônibus e hospedagem para saírem na última quinta-feira (19/11), mas isso não aconteceu e os responsáveis não foram mais encontrados desde então.

Os turistas registraram boletins de ocorrência na Polícia Civil, que deve investigar o caso. A reportagem não conseguiu localizar nenhum dos responsáveis pela empresa apontada pelos clientes. A empresa de ônibus que levaria os turistas informou que também foi vítima de um golpe e que não realizou a viagem porque não recebeu da agência.

‘PROMETEU TUDO’

A excursão para Cabo Frio era de três dias e os pacotes custavam entre R$ 600 e R$ 1,6 mil. De acordo com as vítimas, o dono da empresa passou de casa em casa para pegar a entrada. Ao menos 100 pessoas dizem ter ficado no prejuízo na região. Em Ribeirão Preto, a saída seria da mini-rodoviária do Jardim Paulista, mas não aconteceu.

“Ele chegou e falou que ia ser uma viagem muito boa, muito legal, que podia levar criança, OK, prometeu tudo. Falou que ia ter café, janta, ia ter passeio de barco”, afirma a auxiliar de serviços gerais Daiane Oliveira dos Santos, uma das vítimas.

A empresária Andreza dos Santos conta que foi informada pela empresa do ônibus e pelo hotel em Cabo Frio que a agência de viagens não tinha feito os pagamentos referentes ao transporte e às reservas para hospedagem. “Ele pegou o nosso dinheiro, de Ribeirão Preto e região, e simplesmente sumiu do mapa”, afirma.

Agente de turismo, Caíque Silva e Silva afirma conhecer os donos da empresa e que só não ficou no prejuízo porque deixou para pagar no dia da viagem. “Eu estive com eles em Ubatuba, trabalho com viagens, excursões, e aconteceu que na quinta-feira a gente teve essa surpresa. Eles tinham uma viagem para Cabo Frio com cem pessoas, não apareceram, não deram suporte para essas pessoas”, diz.