Técnica de enfermagem, Lenilza Correa da Silva é a 1ª vacinada contra a Covid-19 em Maricá | Região dos Lagos

0
14


A técnica de enfermagem Lenilza Correa da Silva, de 63 anos, foi a primeira pessoa a ser vacinada contra a Covid-19 em Maricá, na Região Metropolitana do Rio.

Ela, que atua na linha de frente no Hospital Conde Modesto Leal, recebeu a dose às 14h38 durante ato simbólico no Hospital Municipal Dr. Ernesto Che Guevara, em São José do Imbassaí.

Ao todo, foram seis profissionais imunizados na seguinte ordem:

1ª – Lenilza Correa da Silva, 63 anos – Técnica de enfermagem no Hospital Conde Modesto Leal;

Lenilza Correa da Silva, de 63 anos, é técnica de enfermagem e foi a primeira pessoa a receber a dose da vacina contra a Covid-19 em Maricá, na Região Metropolitana do Rio. — Foto: Anna Beatriz Lourenço/G1

2ª – Roselene Ruiz, 54 anos – Técnica de enfermagem no Hospital Municipal Dr. Ernesto Che Guevara;

A técnica de enfermagem Roselene Ruiz, 54 anos, foi a 2ª a se imunizar contra a Covid-19 em Maricá, no RJ — Foto: Anna Beatriz/G1

3° – Dr. Estefano, 52 anos – médico no Hospital Municipal Dr. Ernesto Che Guevara;

O médico Dr. Estefano, de 52 anos, foi o 3° a se vacinar contra a Covid-19 em Maricá — Foto: Anna Beatriz Lourenço/G1

4ª Ilda Maria Freitas, 60 anos – Técnica de enfermagem no Hospital Conde Modesto Leal;

A técnica de enfermagem Ilda Maria Freitas, 60 anos, foi a quarta pessoa a se imunizar contra a Covid-19 em Maricá, no RJ — Foto: Anna Beatriz Lourenço/G1

5° – Dr. Marcelo Costa – Coordenador médico da Rede de Urgência e Emergência em Maricá.

O Dr. Marcelo Costa, coordenador médico da Rede de Urgência e Emergência de Maricá, foi o 5° a ser imunizado contra a Covid-19. — Foto: Anna Beatriz Lourenço

6ª – Drª. Claudia Rodrigues, 40 anos – bióloga, representando os laboratórios.

A bióloga Cláudia Rodrigues, de 40 anos, representou os laboratórios e foi a 6ª profissional imunizada contra a Covid-19 em Marica — Foto: Anna Beatriz Lourenço/G1

O município afirma que “apesar do aspecto positivo da chegada das primeiras doses a cidade ainda aguarda o cronograma do governo federal para entrega dos demais lotes da vacina”.

Nesta primeira etapa serão aplicadas 2.035 doses para os grupos prioritários, distribuídas da seguinte forma:

  • Profissionais da área de Saúde que atuam na linha de frente – 1.899;
  • Idosos acima de 75 anos que estão em asilos – 86 doses;
  • Indígenas que vivem em aldeias – 44;
  • Pessoas com deficiência – 06.

Cada grupo vai receber as doses ‘in loco’, ou seja, as equipes de vacinação irão aos locais como os asilos, aldeias indígenas e unidades de Saúde.

A Prefeitura reforça que não haverá imunização em postos de saúde.

“Como vimos, não haverá vacinas para todos agora, nem mesmo para os grupos prioritários. Portanto, não é preciso agonia, nem corrida aos postos de saúde”, destaca a secretária municipal de Saúde, Simone Costa.

Maricá vai receber 0,88% do total de vacinas CoronaVac enviadas ao estado do Rio de Janeiro, que foram produzidas pelo Instituto Butantan, de São Paulo, em parceria com a fabricante chinesa SinoVac.



Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui