Procurador-geral de Justiça é homenageado na Câmara de Cabo Frio

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

O procurador-geral de Justiça, Luciano Mattos, foi agraciado, na noite desta quarta-feira (18/), com uma moção de aplausos na Câmara Municipal de Cabo Frio, município onde atuou como promotor de Justiça.


– Essa não é uma singela e humilde homenagem. Para mim, é valiosa e grandiosa – agradeceu, para complementar. – Tudo que estamos fazendo é decorrência de muito debate e foi estruturado de forma a promover o fortalecimento da instituição, enquanto defensora da sociedade. Logo, fortalecer o Ministério Público significa defender o meio ambiente, a probidade administrativa e os diversos interesses coletivos – pontuou Luciano Mattos que, durante os quase sete anos em que atuou na região, foi promotor cível em Cabo Frio, sendo depois promotor titular de Tutela Coletiva da Costa do Sol (de Saquarema a Quissamã) e, posteriormente, coordenador-geral do MPRJ em toda a Costa do Sol (Região dos Lagos).


A homenagem ao PGJ ocorreu durante seu roteiro de visitas a municípios do interior do estado, e foi entregue pelo vereador Davi Souza, em sessão prestigiada por autoridades e antigos colegas de promotoria.


Além do vereador, estavam na mesa da solenidade o prefeito de Cabo Frio, José Bonifácio Novellino e a coordenadora do Centro Regional de Apoio Administrativo e Institucional (CRAAI) de Cabo Frio, Mônica Cuneo. Durante a sessão na Câmara, Luciano Mattos falou do orgulho que tem de sua marcante trajetória como promotor no município – no período de 1997 até 2003 – e da importância que essa atuação teve para sua carreira, sendo lembrada até hoje na cidade. Em seu discurso, o PGJ destacou a importância do diálogo, da eficiência e da combatividade, três características que baseiam sua gestão à frente da Procuradoria-Geral de Justiça.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.



Fonte: Folha dos Lagos