Político da Baixada Fluminense e secretária são executados a tiros


Um empresário e político de Queimados, na Baixada Fluminense, foi morto a tiros neste sábado (28). Clayton Damaceno era aliado do prefeito de Belford Roxo, Waguinho, que lamentou a morte do amigo. Clayton pretendia se candidatar à Câmara de Vereadores de Queimados no ano que vem.

Ao lado de Clayton estava a secretária, Paula Ribeiro Menezes Costa, de 65 anos, que também foi atingida e não resistiu.

Clayton Damaceno — Foto: Reprodução

Clayton havia passado o dia fazendo campanha com Paula. Eles estavam em uma sorveteria na Rua Olímpia Silva, próximo à Praça da Bíblia, no bairro Inconfidência, quando por volta das 23h foram surpreendidos por criminosos que efetuaram vários disparos.

Damaceno também era aliado do policial militar Fábio Sperendio de Oliveira, pré-candidato a prefeito de Queimados.

De acordo com dados do Instituto Fogo Cruzado, na Baixada Fluminense, de 2016 a 2022, 35 políticos foram mortos. Dos 57 registros de políticos baleados em toda a Região Metropolitana neste período, 74% foram na Baixada.

O enterro do corpo de Clayton será nesta segunda-feira (30). Até a última atualização desta reportagem, não havia informações sobre o sepultamento do corpo de Paula.

Paula Ribeiro Menezes Costa — Foto: Reprodução

Paula Ribeiro Menezes Costa — Foto: Reprodução

‘Líder exemplar’

Nas redes sociais, Waguinho fez uma homenagem a Clayton. “Perdi não apenas um grande amigo, mas também um líder político exemplar. Clayton foi muito mais do que um colaborador, ele foi uma fonte inesgotável de carinho, orientação e apoio ao longo da minha jornada política”, escreveu.

“Clayton deixou uma marca permanente na minha trajetória polític








Diario SPA