Polícia apreende um fuzil AK47, armas e drogas com líder do CV em Cabo Frio

0
473

Polícia apreende um fuzil AK47, armas e drogas com líder do CV em Cabo FrioEm uma grande operação, que reuniu agentes da Polícia Militar (25º BPM) e da Polícia Federal, foi preso um dos homens apontados como chefe do Comando Vermelho (CV) na localidade de Unamar, em Tamoios, segundo distrito de Cabo Frio. A operação aconteceu na esquina das ruas Beira Mar com Cabo Frio por volta das 22h30 da noite dessa segunda-feira (04/11) e um homem acabou morrendo no confronto com a PM. Na operação, além das prisões, os policiais ainda apreenderam um fuzil AK-47 com dois carregadores e munição intacta calibre 7.62, além de uma pistola Glock .40 também com dois carregadores e munição e mais duas pistolas 9mm.

Além das armas, os policiais também recuperaram com os suspeitos três carros, sendo dois importados: um Hyundai HB20 e uma Hyundai IX35, além de um Fiat Palio cujas procedências agora serão investigadas para averiguar se não se tratam de veículos roubados. Os policiais também apreenderam uma grande quantidade de drogas: quatro quilos de maconha em tablete e mais 360 buchas de R$ 10,00 e 122 buchas de R$ 25,00 prontas para venda. Além disso, uma grande quantidade de cocaína: 542 pinos de R$ 25,00 e 180 pinos de R$ 10,00, além de capa de colete à prova de balas.

Foram presos na operação da polícia R.L.C., o “Neurótico”; A.H.V.G.B, R.N.M.S, o “Coroa”. Abel Luis de Souza, o “Bigode” morreu no confronto com os policiais. Com as informações sobre a localização do “Neurótico”, líder do CV na região de Tamoios foram até o local e encontraram ele acompanhado de um outro comparsa. Com ele a polícia apreendeu uma das pistolas. Os policiais perguntaram sobre o fuzil e souberam que estaria com o suspeito de apelido “Bigode”. Com as informações do carro usado pelo suspeito, a PM localizou o alvo e começou uma perseguição com tiroteio que resultou na morte do suspeito Abel Luiz de Souza.

A polícia se deslocou para outro endereço onde encontrou o quarto suspeito de integrar o bando liderado por “Neurótico”, apelidado de Coroa, que também fugiu ao avistar a viatura policial. A equipe conseguiu rendê-lo e ele confessou onde estavam as armas e drogas, dentro do IX35 estacionado no quintal de sua casa. Abel Souza chegou a ser socorrido mas não resistiu aos ferimentos e morreu. O corpo foi encaminhado a exame pericial. Os outros três suspeitos presos foram autuados por tráfico de drogas, porte ilegal de arma de uso restrito e formação de quadrilha, ficando presos.