Patrick Stewart e Katie Holmes brilham em drama sobre pianista

    0
    25


    Diante de uma plateia pela primeira vez em anos, o pianista Henry Cole (Patrick Stewart) trepida, transpira, quase cede ao pânico. Ao final, antes de se dobrar aos aplausos, tem de sair correndo, com a visão turva e o fôlego curto. Seu empresário (Giancarlo Esposito) o impele à frente, mas Cole acha que não é capaz de retomar a rotina de apresentações. O que o acalma e o encoraja a tentar é Helen Morrison (Katie Holmes), a jornalista que, depois daquele primeiro concerto, pede a ele uma entrevista. Ela própria ex-pianista — foi Cole que, anos antes, a impediu de prosseguir e frustrar-se —, Helen não só ama a música que ele faz, como compreende seus compassos internos. A entrevista evolui para a amizade, a convivência e então para algo sem nome, mas que parece capaz de adoçar esse epílogo de uma carreira. O filme é talvez polido e contido demais, mas Stewart está soberbo e Holmes, calorosa. Disponível no NOW e outras plataformas.


    Fonte: Jovem Pan

    Deixe uma resposta