Palestra encerrará, nesta quinta (30), a programação do Setembro Amarelo em Cabo Frio

0
12


Capacitação, exposição e oficinas marcaram as ações do mês de prevenção ao suicídio

Termina nesta quinta-feira (30), em Cabo Frio, a programação em celebração ao Setembro Amarelo, mês de conscientização e prevenção ao suicídio. O encerramento será às 10h30, com uma atividade em frente ao Centro de Saúde Oswaldo Cruz, no bairro Braga. Na ação, o público poderá participar de uma palestra sobre a temática da campanha, ministrada por psicólogo e assistente social da unidade.

Nesta quarta-feira (29) a programação começou cedo, às 8h, com uma oficina de jardinagem no Horto Municipal de Cabo Frio voltada aos usuários do Centro de Atenção Psicossocial Infantil (CAPSi). Na terça (28) a mesma ação foi voltada aos usuários do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS 2), especializado no cuidado de pessoas com transtorno mental grave ou persistente.

A programação do Setembro Amarelo foi oficialmente aberta em Cabo Frio no último dia 16, com uma roda de conversa promovida pelo Grupo de Ajuda Mútua em Saúde Mental de Tamoios. A ação foi voltada para pessoas que se encontraram sob cuidados da equipe de saúde mental, por questões relacionadas à depressão, ansiedade e tentativa de suicídio, e acontecerá semanalmente com objetivo de compartilhar experiências, e buscar estratégias de enfrentamento às questões psicológicas e emocionais.

Desde então, diversas atividades foram realizadas ao longo dos últimos dias como forma de discutir a saúde mental. Em uma delas a abordagem foi voltada aos profissionais de saúde: a enfermeira sanitarista, especialista em Gestão Pública e Direito da Saúde, Roberta de Sá Monteiro, e a assistente social, especialista em Saúde Pública, Jeanne de Souza Lima, ministraram palestra on-line com o tema “A notificação como fator de proteção a crianças e adolescentes”.

A programação também contou com a inauguração da biblioteca do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) infanto-juvenil, no último dia 23. O evento teve como tema “Existe vida após a arte”, e contou com apresentação artística dos adolescentes e familiares. Na ocasião, profissionais promoveram oficinas de macramé para os pais e responsáveis.

SAÚDE MENTAL EM CABO FRIO

Em Cabo Frio, os cuidados com a saúde mental vão muito além do mês alusivo à prevenção ao suicídio. Entre os atendimentos oferecidos pela Secretaria de Saúde está a Coordenação da Saúde Mental. O setor conta com cerca de 120 profissionais entre psicólogos, enfermeiros, psiquiatras, técnico de enfermagem, cuidadores, fonoaudiólogos, clínico geral e assistentes sociais.

O Programa de Saúde Mental é composto pelos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS). Cabo Frio possui três unidades: o CAPS Álcool e Drogas (CAPS AD), especializado no cuidado a pessoas com dependência química; o CAPS 2, para pessoas com transtorno mental grave ou persistente; e o CAPSi, para o público infanto-juvenil.

SERVIÇO

CAPS Álcool e Drogas (CAPS AD) – Rua Antônio Duarte Guimarães, 17, Braga
CAPS 2 – Rua General Alfredo Bruno Gama Martins, s/n, esquina com Rua José Maria Gil, Braga
CAPSi – Travessa Vitorino Carriço, Portinho



Fonte: Prefeitura Municipal de Cabo Frio