Operação em Maricá mira milicianos suspeitos de matar jornalistas e vereador

0
96



Policiais e promotores cumprem 39 mandados de busca e apreensão. A Polícia Civil do RJ e o Ministério Público do RJ iniciaram nesta sexta-feira (20) uma operação contra uma milícia que atua em Maricá, Região Metropolitana.
Segundo as investigações, a quadrilha tem envolvimento nos assassinatos de dois jornalistas e de um vereador, este ano.
Agentes tentavam cumprir 39 mandados de busca e apreensão.
Os alvos são suspeitos de participar das mortes de Robson Giorno, do jornal “O Maricá”; de Romário Barros, do Lei Seca Maricá; do vereador Ismael Breve do filho dele, Thiago Marins.
Ainda segundo a Delegacia de Homicídios, a organização criminosa também tem participação na chacina de cinco jovens em um condomínio do Minha Casa Minha Vida, em Maricá, em 2018.
Esta reportagem está em atualização.
Jornalistas Romário Barros e Robson Giorno foram mortos em Maricá, RJ, em menos de um mês
Reprodução/Facebook
Vereador Ismael Breve foi assassinado a tiros na madrugada desta quinta-feira (22) em Maricá
Divulgação/Câmara de Vereadores de Maricá
Mortos em chacina em Maricá (da esquerda para a direita): Sávio Oliveira, Mateus Bittencourt, Matheus Baraúna, Marco Jhonathan e Patrick da Silva
Facebook/Reprodução | Arquivo Pessoal


Fonte: G1