Maricá, RJ, prorroga medidas restritivas de combate à Covid-19; permanência em praias continua proibida | Região dos Lagos

0
13


A Prefeitura de Maricá (RJ) decidiu prorrogar até o próximo domingo (25) as medidas restritivas de combate à Covid-19 na cidade. As regras eram válidas até o último domingo (18), mas foram prorrogadas, segundo o município, por causa do estado da pandemia declarado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e a necessidade de medidas de cautela que visam reduzir a disseminação da doença no estado.

Entre as medidas mantidas está a proibição de permanência em praias da cidade.

De acordo com o último boletim municipal, divulgado na quarta-feira (14), Maricá tem 12.543 casos da Covid-19, com 302 mortes causadas pela doença.

Confira as principais medidas:

  • Circulação de pessoas proibida das 23h às 5h;
  • Reuniões sociais devem ter, no máximo, 20 pessoas;
  • Aulas da rede pública e serviços públicos suspensos;
  • Funcionamento do comércio em geral, ambulantes e camelôs entre 9h e 17h, com a limitação de um cliente por atendente e a distância de 1,5m entre as pessoas. Continua proibido experimentar roupas, calçados e acessórios;
  • Funcionamento de salões de beleza das 10h às 19h;
  • Clínicas e consultórios médicos com agendamento, sem sala de espera e funcionando em horário comercial;
  • O estacionamento na orla está liberado, mas apenas para quem vai fazer alguma atividade física individual. O banho de mar e o lazer nas praias continuam proibidos;
  • Templos religiosos das 7h às 22h, respeitando a capacidade de 50%, sem a presença de pessoas do grupo de risco, além da obrigatoriedade do uso de máscara, distância de 1,5m entre as pessoas e o intervalo mínimo de 2h entre as celebrações com turnos específicos para a higienização do local;
  • Horário das academias dividido entre 6h e 11h e das 16h às 22h, com horário especial para idosos, a obrigatoriedade de máscara, a distância de 1,5m entre os atletas e sem o compartilhamento de equipamentos e material. O acesso à área de treino só deve ser permitida após aferição de temperatura e a higienização de mãos e sapatos com álcool gel e tapete higiênico. Toalhas de papel e álcool gel também devem ser disponibilizados para todos.



Fonte: G1