Lívia de Chiquinho impedida de contratar terceirizada por R$ 4,5 milhões

0
345

Lívia de Chiquinho impedida de contratar terceirizada por R$ 4,5 milhõesE a prefeita Lívia de Chiquinho, de Araruama, acumulou mais uma derrota na Justiça. Em decisão proferida nesta segunda-feira (25/11), a juíza da 1ª Vara Cível de Araruama, Alessandra de Souza Araújo, suspende a contratação da Empresa Terceirizada para preencher vagas no Cargo de Auxiliar de Serviços Gerais (ASG), considerando ainda que houve o superfaturamento no valor estabelecido. A ação popular foi movida pelos Vereadores Penha Bernardes, Valeria Amaral e Oliveira da Guarda. De acordo com a ação, a Prefeitura pretendia gastar R$ 4.506.926,16 (mais de quatro milhões e meio), preterindo pessoas concursadas aprovadas, cujo salário previsto em edital é de R$ 988,00. De acordo com a denúncia acatada pela Justiça, a Prefeitura de Araruama pagaria à empresa terceirizada R$ 4.694,71 por funcionário contratado como ASG, valor que não chegaria ao bolso dos contratados para prestação de serviços ao governo Lívia de Chiquinho. A Prefeitura não se manifestou sobre a decisão da Justiça.