Justiça rejeita recurso e dá seguimento à ação que pode cassar mandato de Isaías do Escolar

A Justiça Eleitoral rejeitou um recurso de embargos de declaração do vereador de São Pedro da Aldeia Isaías do Escolar (SDD) contra a decisão de cassação do mandato dele por fraude à cota de gênero.

A decisão da juíza eleitoral Anna Karina Francisconi foi divulgada na tarde desta terça-feira (28).

Ao Portal Fontecerta.com, na manhã desta quarta (29), Isaías afirmou que sua defesa já protocolou novo recurso na sede do Tribunal Regional Eleitoral, no Rio de Janeiro, e que vai esperar a decisão no cargo.

A Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) que gerou a condenação do vereador em primeira instância começou com denúncias de que duas mulheres vinculadas ao PROS, partido pelo qual Isaías se elegeu em 2020, não possuíam real intenção de concorrer nas eleições.

Nesse sentido, elas apenas estariam na nominata para cumprir as exigências legais de representatividade de gênero. Uma delas obteve apenas dois votos, enquanto a outra conquistou cinco.

Isaías do Escolar negou as irregularidades à reportagem e disse que as mulheres fizeram, sim, campanha e que apenas não tiveram sucesso nas urnas.

Segundo o vereador, a difusão dessa informação trata-se de uma estratégia do governo de Fábio do Pastel (PL) para “tentar descredibilizar o seu trabalho”. No entanto, o parlamentar afirma que isso “só traz mais gás” para ele.

Isaías pontuou ainda que vai protocolar mais denúncias contra o “desgoverno” – nas palavras dele – no Tribunal de Contas do Estado e no Ministério Público.



Fonte:
Fonte Certa