Entrega de documentos à SEME vai até 2h00 da madrugada e causa revolta

0
83

Cerca de 600 pessoas estiveram nessa quinta-feira (31/01), fazendo a apresentação de documentação – atendendo convocação da Secretaria Municipal de Educação (SEME) de Cabo Frio – para ocuparem o cargo de Auxiliar de Serviços Gerais (ASG) no ano letivo de 2019, nas 93 unidades da rede municipal. A última pessoa a participar do processo, segundo relatos delas próprias nas redes sociais, estava saindo da Escola Municipal Edilson Duarte às 2h00 da manhã dessa sexta-feira (01/02). Houve relatos de candidatos que se sentiram mal, muitas desistências devido há várias horas de espera na fila e muita reclamação na internet.

Por meio de nota, a SEME informou que não houve falha de planejamento, e que o processo de escolha das escolas – que deveria ser feito pelos candidatos classificados – demorou mais que o esperado, porém, muita gente reclamou que houve um erro estratégico: o fato da Prefeitura reunir toda a etapa de apresentação de documentos do Processo Seletivo em um único polo de atendimento, inclusive, para os candidatos classificados do segundo distrito. Por volta da meia noite ainda havia ônibus fretado pela Prefeitura levando as pessoas para Tamoios.

Sobre as pessoas que desistiram por conta da demora do atendimento, na quinta-feira, ou ainda os que passaram mal na fila e tiveram que deixar o local, através de nota, a SEME pede que essas pessoas procurem a Secretaria  para conversar sobre o ocorrido. Em uma das postagens em grupos do whatsapp, uma pessoa de Tamoios fez um relato emocionado sobre uma filha que procurava pela mãe que foi apresentar os documentos e só chegou em casa às 6h da manhã de sexta-feira.

Veja a seguir os principais relatos selecionados pela nossa reportagem sobre o caso.

Conteúdo exportado via Portal de Notícias Administrável Hotfix