Mais um incêndio de grandes proporções na vegetação das Dunas

0
41

Ao longo das últimas semanas, a reportagem do Plantão dos Lagos flagrou pelo menos quatro focos de incêndio na vegetação do Parque Estadual da Costa do Sol, no Balneário das Dunas (continuação da Praia do  Forte), no bairro do Algodoal, em Cabo Frio. No fim da tarde dessa segunda-feira (14/01), um incêndio de maior proporção consumiu grande parte da vegetação nativa, e deu muito trabalho aos Bombeiros, na Avenida Litorânea, próximo ao Hotel Mandai. Papel alumínio, pedaço de vidro, pedaços de metal, guimba de cigarro aceso e até garrafas de água cheias podem iniciar combustão. O atrito de vegetação seca também é capaz de iniciar o fogo, que também pode ser intencional. Sem chover na cidade de Cabo Frio há pelo menos 25 dias, o cenário em vários bairros é de vegetação seca. 

O Corpo de Bombeiros, por meio de sua assessoria de comunicação informou que não é sua a obrigação de fazer a fiscalização das áreas ambientais e que isso é responsabilidade das prefeituras e órgãos ambientais. O incêndio na vegetação começou próximo a um dos acessos à praia, na região das Dunas. Segundo a Coordenadoria de Meio Ambiente, a vegetação atingida foi, principalmente, vegetação invasora (ervas daninhas e mato), ressecada pela falta de chuvas. 

O vento Nordeste propiciou o alastramento rápido do fogo segundo os agentes.  Estiveram presentes no combate ao fogo, além do Corpo de Bombeiros, guardas-parque e agentes do Meio Ambiente de Cabo Frio.  A Secretaria de Desenvolvimento, à qual o Meio Ambiente é vinculado, entrou em contato com a Comsercaf e avaliou os danos e chegou à conclusão de que os acessos, no local atingido, devem receber mourões para evitar a entrada de carros até a faixa de areia.  As obras devem ser realizadas essa semana. 

Conteúdo exportado via Portal de Notícias Administrável Hotfix