Especialista da UFF vai a São Pedro investigar morte misteriosa de andorinhas

0
32

Um professor da Universidade Federal Fluminense (UFF) especialista em vertebrados visitou a praça do Canhão, em São Pedro da Aldeia, nesta segunda-feira (03/06). O especialista foi ao local a pedido da Secretaria de Ambiente, Lagoa, Pesca e Saneamento para investigar o que pode ter causado as mortes de diversos pássaros na praça. O professor Sávio Bruno percorreu as proximidades da praça para fazer uma análise técnica do local. Em seguida, fez a medição e fotografou alguns animais mortos. Cinco amostras de pássaros foram enviadas para um laboratório do Instituto Municipal Jorge Vaitsman (IJV), no Rio de Janeiro, no dia 30 de maio.

O instituto confirmou que recebeu as amostras congeladas no fim da tarde do dia 30. O processo de descongelamento dura, em média, 16 horas. O IJV informou que, de acordo com um protocolo do Ministério da Saúde, o instituto é responsável pelo procedimento de necropsia e coleta de órgãos dos animais. Depois de coletados, os órgãos foram enviados para o Laboratório Central Noel Nutels (Lacen), que é do governo do Estado. O Lacen é responsável por enviar o material para a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), onde são realizadas análises e pesquisas de arboviroses e influenza.

De acordo com a Prefeitura de São Pedro da Aldeia, o professor Sávio informou que só vai emitir um parecer após verificar o resultado dos exames da Fiocruz. “Essas andorinhas costumam ser sazonais e escolheram esse local para dormitório, mas as causas das mortes podem ser diversas. Vamos continuar monitorando”, disse o professor. De acordo com o secretário de Ambiente, Luciano Pinto, o resultado deve ser divulgado em 20 dias úteis. “Trata-se de um caso que mobilizou moradores e ambientalistas e nos deixou intrigados. Estamos aguardando ansiosos o resultado desses exames para adotar as providências possíveis”, explicou o secretário.

Conteúdo exportado via Portal de Notícias Administrável Hotfix