Mãe que deu à luz no carro não estava sendo levada para o Hospital da Mulher

0
45

Era FAKE NEWS a notícia de que uma grávida deu à luz uma criança, dentro do carro, porque não teve atendimento no Hospital da Mulher, em Cabo Frio, que estava sob “interdição ética” do CREMERJ na semana passada. A notícia foi amplamente divulgada em sites de notícias locais, no Portal G1 da Globo, e virou tema de reportagem do RJ InterTV. Desde a publicação da reportagem, a equipe do Plantão dos Lagos vem tentando desvendar o caso, porque logo que a primeira notícia foi veiculada, parentes da gestante desmentiram a versão. Além do mais, a família da gestante mora no Porto do Carro, em São Pedro da Aldeia.

Nossa equipe então fez o que deve ser feito: saiu em campo para apurar a história e descobrir o que realmente aconteceu, para poder informar melhor nossos leitores. Por isso, podemos atestar que é FAKE NEWS a notícia de que o bebê nasceu no carro porque a mãe não conseguiu atendimento no Hospital da Mulher. E foram os próprios familiares da gestante que desmentiram a notícia falsa. Primeiro em uma publicação original do caso (imagem abaixo), em um site de notícias da região, depois em conversa direta com a nossa reportagem pelo Messenger (Facebook). O relato da mulher que ajudou a socorrer a gestante esclarece o que aconteceu.

“A moça mora um pouco distante da minha casa. A bolsa dela estourou em casa, aí ela começou a gritar por socorro. Meu esposo pegou ela no colo e colocou no carro. Estávamos indo para o Hospital da Missão, mas encontramos com uma ambulância no caminho, mas eles não quiseram socorrer porque estavam indo para outra ocorrência. Continuamos a caminho, mas quando chegamos um pouco depois da Havan a bebê coroou. Aí falei para ela não fechar a perna; quando chegou na esquina do Pronto Socorro, que fica ali no Morro do Milagre ela nasceu. No Pronto Socorro eles deram toda assistência. Limparam a criança tiraram a placenta fizeram todo procedimento. Foram todos legais. Aí deixamos ela lá. Em nenhum momento pensamos em levar ela para o Hospital da Mulher de Cabo Frio”, disse ela.

Conteúdo exportado via Portal de Notícias Administrável Hotfix