Fórum de debates das religiões de matriz africana é realizado em Iguaba Grande

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp


A prefeitura de Iguaba Grande realiza nesta sexta-feira (13), dia que marca o aniversário de 134 anos da abolição da escravatura no Brasil, o fórum “Afro Raízes Iguaba” de debates das religiões de matriz africana. A data é considerada de reflexão e luta contra o racismo na sociedade.

O evento terá dois momentos, sendo o primeiro a partir das 14h no Espaço Multiuso, na rua das Alamandas, no bairro Jardim Solares, com a formação da roda de debate, apresentação de dança da cultura cigana, palestra sobre matrizes africanas na atualidade e cerimônia de lançamento e entrega da cartilha de apoio às religiões de matriz africana.

Já a partir das 18h30, o evento continua na Casa de Cultura com a mostra do livro “Registro de compra e venda de escravos São Pedro e Iguaba Grande” sob a curadoria de Geraldo Ferreira, autor do livro ‘São Pedro 400 anos’. Também serão expostas peças do período escravocrata de São Pedro e Iguaba Grande, de custódia do historiador e presidente do Instituto Histórico, Geográfico e Ambiental de Iguaba Grande, Elias Marinho.

Em outro espaço terá a exposição “As bonecas de pano com a temática inclusiva”, da artesã Simone Giampaoli. Às 20 horas será exibido o documentário “Sobara para Sempre — Uma história de resistência” do jornalista Marcos Serpa.

“É um dever nosso relembrar a luta de nossos antepassados e trazer uma reflexão com a atualidade sobre o racismo na sociedade e a intolerância religiosa. Devemos manter o debate público sempre vivo”, disse o coordenador de assuntos afrodescendentes de Iguaba Grande, Juarez Costa de Paula.

O fórum “Afro Raízes Iguaba” é uma realização das secretarias de Assistência Social, Trabalho e Renda; Turismo, Esporte e Lazer, e Cultura.



Fonte:
Fonte Certa