Família em busca de cadela sequestrada na BR-101 quando viajava para Cabo Frio

0
52

Família em busca de cadela sequestrada na BR-101 quando viajava para Cabo Frio“Perdi uma parte de mim”, o relato emocionado é do técnico de enfermagem, Willian da Silva Dutra que teve sua cadela da raça Basset sequestrada após bandidos armados terem roubado seu veículo na BR-101 na última sexta-feira (30/10) na altura do bairro Itaúna.

O que era para ser um feriado prolongado, se transformou em um pesadelo para a família do bairro Padre Miguel, na Zona Oeste do Rio. Eles seguiam em direção a Cabo frio na Região dos Lagos quando foram vítimas do roubo.

O dono da cadela de seis anos que atende pelo nome de Pipoca, contou que a família estava dividida em dois carros. Foi exatamente o dele onde estava o animal que os bandidos roubaram.

“O meu carro que eu comprei há somente 15 dias, estava sendo dirigido pelo meu sobrinho que estava com a esposa no carona e minha mãe atrás com a Pipoca e mais um outro cão. Como eu estava em outro veículo, não vi a ação dos bandidos, mas todos do carro tiveram armas apontadas para a cabeça”, contou.

Willian disse que os criminosos estavam em um veículo modelo Ranger e atravessaram o carro na via.

“Meu sobrinho viu quando os bandidos armados e de touca ninja saíram do carro e foram em direção a um outro veículo. Como o motorista conseguiu avançar com o carro, eles [bandidos] acabaram roubando outro e depois vieram pegar o meu”, explicou.

O técnico de enfermagem disse que os criminosos ainda ameaçaram os ocupantes do carro.

“Eles [bandidos], perguntaram se o carro tinha alarme, porque se desparasse iriam matar a todos. Na hora do desespero minha mãe só conseguiu pegar um cão. Muito nervosa ela ainda caiu no asfalto quando eles arrancaram com o carro”, afirmou.

Muito emocionado, a família que não conhece a região onde o carro foi roubado faz um apelo por notícias.

“De lá para cá a gente ainda tem tentado ir nos postos de gasolina ali da BR saber se alguém viu a Pipoca, mas infelizmente até agora nada”, disse emocionado.

O caso foi registrado na Delegacia do Mutuá (72ª DP) e quem tiver informações sobre Pipoca pode entrar em contato com a família: (21) 99379.7360 ou 993750144.

Todas as nossas reportagens estão em constante atualização. Quem entender (pessoas físicas, jurídicas ou instituições) que tem o direito de resposta acerca de quaisquer de nossas publicações, por ter sido citado ou relacionado a qualquer tema, pode enviar e-mail a qualquer momento para plantaodoslagos@gmail.com

©Plantão dos Lagos
Fonte: Plantão EnFoco
Fotos: divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui