Exposição “Ponto de Fuga” é aberta na Casa da Cultura em São Pedro da Aldeia

0
13


Já está aberta para visitação, na Casa da Cultura Gabriel Joaquim dos Santos, a exposição de pinturas “Ponto de Fuga: Do isolamento à inspiração”. A mostra, assinada por Paulo Jorge dos Santos e Rose Mary Athayde, é resultado de uma parceria entre a Secretaria Adjunta de Cultura e o casal de artistas plásticos. Ao todo, 40 telas em tinta acrílica e óleo ficarão expostas no espaço durante um mês. A entrada para visitação é gratuita e acontece de segunda a sexta, das 9h às 17h, com limitação de até cinco pessoas por vez e uso obrigatório de máscara de proteção facial, respeitando os protocolos de prevenção à Covid-19. 

Quadros estão expostos na Casa da Cultura
Foto:
Raíra Morena

Para marcar a abertura da exposição, a Secretaria Adjunta de Cultura promoveu uma live com os artistas convidados, na noite desta quinta-feira (17). O encontro, transmitido pela página da Cultura no Facebook, foi conduzido pelo secretário de Cultura, Thiago Marques. “Estamos muito felizes por ter o privilégio de conhecer e apreciar essas obras. Para a Cultura, é um prazer imenso receber artistas tão talentosos, que mesmo durante um período tão difícil como a pandemia dedicaram-se à arte e hoje nos inspiram. Quero também agradecer a toda equipe da Secretaria Adjunta de Cultura pelo empenho na montagem dessa exposição e ao incentivo do nosso prefeito Fábio do Pastel. A mostra está lindíssima”, destacou o secretário. 

Artistas participaram de uma live promovida pela Secretaria de Cultura
Foto:
Raíra Morena

As pinturas retratam paisagens naturais, cenários urbanos, a natureza morta, marinhas, embarcações e retratos – resultado de cerca de dois anos de produção de Paulo Jorge e Rose Athayde, a maior parte iniciada no período da pandemia. “O nome ‘Ponto de Fuga’ é uma metáfora, representa a fuga do tédio e do desgaste emocional que é ficar isolado dentro de casa. A pintura foi a nossa ‘fuga’ por essa janela que não tem tranca, nem dobradiça e que foi criada por nós mesmos, com pincéis. Além disso, ‘ponto de fuga’ também é o nome de uma técnica de perspectiva linear na pintura. São segmentos de retas fictícios responsáveis por dar a sensação das três dimensões ao olhar do observador”, explicou Paulo. 

Foto: Bruninho Volotão

Galeria de arte 

Na Casa da Cultura, as obras ganharam destaque e disposição especial. Em um dos ambientes, a pintura do bairro histórico da Passagem, em Cabo Frio, está no centro de uma intervenção artística, que traz vida às retas do “ponto de fuga”, técnica também utilizada no quadro. 

Mostra ganhou uma intervenção artística alusiva ao “Ponto de Fuga”
Foto:
Augusto Azevedo

As obras passeiam pelos estilos impressionistas e realistas, com pinturas que contrastam cores, luz e sombra e outras que buscam retratar a realidade objetiva. Alguns dos quadros têm como inspiração lugares reais, como a Praia do Sol, em São Pedro da Aldeia, o pôr do sol em Búzios, a cidade de São João Del Rei-MG, o bairro da Passagem, em Cabo Frio, e o bondinho de Santa Teresa, no Centro do Rio. A maior parte das telas também está disponível para compra. 

Exposição ficará aberta à visitação durante um mês
Foto:
Augusto Azevedo

Reencontro com a arte 

Durante a live, os artistas contaram sobre o seu processo criativo, o contato com a arte ainda na infância, os desafios enfrentados, o reencontro com a arte, após anos de inatividade, as aulas de pintura com professores Humberto Leite e Roger Vianna, e a participação nas gincanas da Academia de Letras e Artes da Região dos Lagos (ALeART), instituição da qual são membros desde 2019. “As gincanas da ALeART eram nossos desafios de pintura. A cada duas semanas, nós tínhamos que reproduzir uma figura e postar. Assim, a presença da ALeART para nós foi um grande apoio, nos nutrindo de inspirações e desafios para que pudéssemos produzir em casa”, destacou Rose. 

Montagem da exposição teve a coordenação da diretora municipal de Cultura, Giselle Lima (à direita, próxima ao quadro)
Foto: Bruninho Volotão

Na oportunidade, Rose, que também é artesã, compartilhou algumas de suas peças de costura criativa, produzidas como parte de um trabalho voluntário para ajudar um projeto social. Já Paulo, que também atua como palestrante, poeta, escritor, recitou um poema de sua autoria, especialmente criado para a exposição. O artista também tem se dedicado a ensinar técnicas e ilustrar tutoriais de pintura para alunos iniciantes em sua coluna quinzenal na revista digital “Aldeia Magazine”. Todos os artigos podem ser conferidos em www.paulojorge.art.br.  

Rose Athayde também produz peças de artesanato
Foto:
Raíra Morena

“Gostaríamos de agradecer por essa abertura que o secretário de Cultura e sua equipe maravilhosa nos proporcionaram. Ficamos impressionados ao ver o trabalho de excelência que a Secretaria fez com as nossas obras”, finalizou Paulo. 

Para conferir a entrevista completa com os artistas e fazer um tour pelos quadros da exposição, basta acessar a live que está salva na página da Secretaria de Cultura, no Facebook. Clique AQUI para acessar o vídeo. 

Foto: Augusto Azevedo



Fonte: Prefeitura de São Pedro da Aldeia