Ex-presidente da Fetranspor cita Marquinho Mendes e Dr. Paulo Cesar em delação premiada

0
258
Ex-presidente da Fetranspor cita Marquinho Medes e Dr. Paulo Cesar em delação premiadaLélis Teixeira, ex-presidente da Fetranspor, acusou em sua delação premiada o ex-prefeito Marquinho Mendes (PSDB), e o ex-deputado Dr. Paulo César (PR) de terem recebido dinheiro oriundo da corrupção na Fetranspor, de Caixa 2, entre as eleições 2014 e 2016. Na delação dele, Marquinho Mendes teria recebido R$ 150.000,00 e Dr. Paulo César R$ 90.000,00. Em seu relato, Teixeira disse que alguns pagamentos eram divididos entre a FETRANSPOR, entidade estadual das empresas de ônibus, e a RioOnibus, sua equivalente na cidade do Rio de Janeiro.
O executivo da FETRANSPOR entregou uma tabela com os nomes de políticos para quem os pagamentos haviam sido efetuados. Esses valores deveriam ser divididos e pagos pelas duas entidades. Além dos deputados citados no início da matéria ao total 21 deputados, ex-deputados e candidatos à Câmara dos Deputados e à Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro de terem recebido R$ 20 milhões em caixa dois.
Nunca vi esse senhor na minha vida, não sei quem e nem aonde mora, e estou muito tranquilo pois jamais recebi um real desse senhor, e nem de ninguém como Caixa 2 de campanhas eleitorais ou oriundo de corrupção” – disse Marquinho Mendes. Tentou-se  contato também com Dr. Paulo César (PR), mas até o fechamento da matéria não obteve sucesso. Continuamos aguardando pelo plantaodoslagos@gmail.com.
(Fonte: Cartão Vermelho)