Ex-baixista do Barão Vermelho, Rodrigo Santos se apresenta em Cabo Frio

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp


Neste sábado (7), o Clube Náutico de Cabo Frio recebe o ex-baixista do Barão Vermelho, Rodrigo Santos, que fará seu show acústico – voz e violão – relembrando clássicos do Rock Brasil dos anos 80. Os ingressos são limitados e já estão à venda na secretaria do clube e podem ser adquiridos por sócios e não-sócios.

Cantor, compositor e produtor, Rodrigo Santo foi baixista do Barão Vermelho por 26 anos. Atualmente, está em carreira solo com o show A Festa Rock – formatos acústico e elétrico. Tocou com Leo Jaime, Kid Abelha, Lobão, Os Britos, Blitz e João Penca & Seus Miquinhos Amestrados.


Participou de todos os festivais mais importantes de 1985 pra cá, sendo parte integrante da história do BRock. Vendeu mais de 8 milhões de cópias com todos os artistas, fez várias tours internacionais, ganhou três prêmios Sharp da Música Brasileira e uma medalha de honra do príncipe da Inglaterra em 2006.

Rodrigo também é vocalista e baixista do Call The Police, tributo de luxo ao icônico grupo inglês The Police, que conta ainda com João Barone e o próprio integrante da banda inglesa, Andy Summers. Juntos estão rodando o mundo em tours desde 2017.


Santos lançou 15 discos em carreira solo, participou dos festivais Rock In Rio de 2011,13,15 e 17 na Rock District. Em 2020, o cantor lançou o álbum autoral “Livre” (agosto) e também um tributo a Cazuza em Bossa Nova, no qual divide o palco com Roberto Menescal e Leila Pinheiro – “Faz Parte do Meu Show” (abril).

Santos retomou a estrada em setembro de 2021, depois de devidamente vacinado para Covid-19, voltando a ter uma agenda corrida, com média de 15 shows por mês e rodando por várias cidades do país . O show acústico ganhou força na retomada. Rodrigo participou do festival Rock Brasil 40 Anos no Rio de Janeiro (dezembro de 2021) e Belo Horizonte (janeiro de 2022), contando sua história na música, que se mistura aos 40 anos do Rock dos anos 80.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.





Fonte: Folha dos Lagos