ENEL faz “caça aos gatos” em Unamar e campanha gera polêmica nas redes sociais

0
908
ENEL faz “caça aos gatos” em Unamar e campanha gera polêmica nas redseUma ação da ENEL, responsável pela distribuição de energia elétrica em várias cidades da Região dos Lagos, que terminou nesse sábado (30/11) deu o que falar nas redes sociais da própria empresa. A concessionária anunciou a Operação Energia Legal, que começou na terça-feira (26/11) e que aconteceria durante toda a semana. Na imagem da postagem, o título: “Operação Energia Legal Enel chega em Unamar, Cabo Frio”. A ENEL anunciou que a cada 25Kw/H recuperados em ligações clandestinas, R$ 1,00 seria doado para a “Associação de Mulheres de Cabo Frio”, segundo a concessionária, uma organização “voltada para ações de prevenção à violência contra a mulher e apoio a mulheres vítimas de violência”. Acontece que quem desenvolve justamente esse trabalho em Unamar é a AMUTAM, “Associação de Mulheres de Tamoios”, com um serviço consolidado e reconhecido por toda a população local. Na mesma postagem da ENEL, a Amutam negou que tivesse qualquer envolvimento com o programa da concessionária de energia elétrica no seu programa de “caça aos gatos”.
NOTA OFICIAL: “A AMUTAM – Associação das Mulheres de Tamoios que atua na Rua Sereia, 24 no Bairro Aquarius, NÃO recebe nenhum repasse de valores que não seja através de doações espontânea da sociedade. Sendo assim, esclarecemos que não temos ligação com a empresa Enel em relação a operação de combate à furtos de energia elétrica, sendo outra instituição atendida por esse programa e não a AMUTAM. Temos um trabalho sério e ético em defesa dos interesses da Mulheres respeitando suas necessidades e direitos”, diz a nota da Associação.
A ENEL respondeu muitas publicações sobre “iluminação pública”. Muitos moradores de Tamoios, onde aconteceu o programa Energia Legal, reclamaram que pagam R$ 22,00 de iluminação nas contas de luz todo mês e não têm lâmpadas nos postes ou estão queimadas. A ENEL ressaltou que o serviço é de responsabilidade dos municípios, “desde a elaboração do projeto, implantação, expansão, operação até a manutenção das instalações”. Por determinação da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) desde 1º de janeiro de 2015 a iluminação pública é de responsabilidade das prefeituras dos municípios.
NOTA DE ESCLARECIMENTO ENEL:
A Enel Distribuição Rio esclarece que a Operação Energia Legal, realizada pela companhia em Unamar entre os dias 26 e 30 de Novembro, proporcionou aos moradores da região o acesso a diversas ações da distribuidora, como troca de lâmpadas, facilidades no parcelamento de contas de energia, além de palestras e orientações sobre o consumo consciente e seguro de energia. Durante os dias de operação, técnicos da distribuidora também realizaram, em parceria com a Polícia Civil, fiscalizações para combater o furto de energia, conhecido como “gato”, crime que prejudica a qualidade do fornecimento de energia e pode causar acidentes graves.
Ainda de acordo com a concessionária, parte da energia recuperada a partir das ligações clandestinas identificadas na região será transformada em doação para a Associação de Mulheres de Cabo Frio (AMMU de Cabo Frio). A cada 25 kWh de energia recuperada na operação, a Enel doará R$ 1 para a instituição, que acolhe mulheres vítimas de violência doméstica. Por meio da iniciativa, a Enel beneficia a comunidade de forma ainda mais ampla, contribuindo para uma instituição importante da região e reforçando a importância do uso seguro da energia. A AMMU de Cabo Frio foi avisada previamente sobre a doação e concordou com o benefício, que não configura nenhum tipo de parceria com a companhia, mas sim uma doação espontânea que integra projeto da companhia realizado na região.
VEJA A POSTAGEM ORIGINAL DA ENEL CLICANDO AQUI!