Educação apresenta projeto de reforma e construção de quadra para a Escola Quilombola de São Pedro da Aldeia

0
15


A Prefeitura de São Pedro da Aldeia dá mais um passo para a melhoria estrutural das escolas municipais. A Escola Municipal Quilombola Dona Rosa Geralda da Silveira será contemplada com a construção de quadra poliesportiva e realização de ajustes no prédio. A Secretaria de Educação apresentou o projeto das obras à equipe diretiva da unidade, que atualmente atende 318 alunos dos segmentos de Educação Infantil e Ensino Fundamental.

A exibição do esboço em 3D foi realizada pelo secretário da Educação, professor Elias Valadão, pelo coordenador da Subsecretaria de Infraestrutura, Leonardo Arêdes, e o engenheiro da pasta, Luciano Silveira.

O processo de reforma, que foi reaberto pela atual gestão, consta a construção da quadra com cobertura, vestiários e passarela de acesso entre a unidade e o novo espaço desportivo. Além do projeto inicial, foram adicionadas melhorias, como coberturas e reformas de espaços.

“Serão realizadas modificações para eliminar vazamentos do telhado e substituição das janelas nas salas de aula, o que irá proporcionar conforto, maior claridade e ventilação das mesmas. Faremos uma revisão de toda instalação elétrica para que possamos solicitar aumento de carga à rede pública, atendendo às necessidades da unidade escolar. O prédio também irá passar por pintura e construção de um novo sistema de esgotamento sanitário, que será proporcional à demanda atual de alunos e funcionários”, explicou o engenheiro Luciano Silveira.

A escola, que foi inaugurada em 28 de maio de 2013, fica localizada na comunidade remanescente de quilombo da Caveira, no bairro Botafogo. Construída com recurso do Governo Federal, a unidade leva o nome de uma antiga moradora quilombola e líder sindical, conhecida na região como Dona Rosa da Farinha, referência feita à antiga casa de farinha que existia na comunidade.

Para o secretário, professor Elias Valadão, a obra representa o desejo de dar continuidade a um lugar movido por tradições. “É de suma importância manter em bom estado uma unidade que, além de trazer o ensino básico de qualidade para a comunidade, também é berço de manter vivas as tradições que fizeram e fazem parte da vida das crianças e familiares que atendemos aqui. Esse será apenas mais um feito dentre todos os inúmeros que a Educação pretende realizar em prol dos alunos”, destacou.

De acordo com a Subsecretaria de Infraestrutura da Educação, o próximo passo para a reforma da unidade será a elaboração de orçamentos para a licitação das obras.



Fonte: Jornal de Sábado