Decreto autoriza uso de vitórias elétricas após fim das charretes de tração animal em Petrópolis

    0
    26



    Texto publicado no Diário Oficial desta segunda-feira (30) regulamenta o serviço. Tradicionais charretes de tração animal foram extintas em março de 2019 após decisão por plebiscito. Com decreto, vitórias elétricas já ficam autorizadas
    Aline Rickly/G1 e CPTrans/Divulgação
    A Prefeitura de Petrópolis, na Região Serrana do Rio, autorizou, por meio de um decreto publicado no Diário Oficial desta segunda-feira (30), o serviço de vitórias elétricas em substituição às tradicionais charretes de tração animal no Centro Histórico da cidade.
    O texto, assinado pelo prefeito Bernardo Rossi, regulamenta o serviço autorizando a utilização do veículo em caráter experimental. Segundo o documento, a “Vitória Elétrica” fica definida como carruagem de estilo vitoriano movida a motor elétrico.
    A fiscalização do transporte será feita pela Companhia Petropolitana de Trânsito e Transporte (CPTrans) com a aplicação de multas ou penalidades em caso de irregularidade.
    Segundo a Prefeitura, a CPTrans poderá editar normas prévias para a implementação da atividade de forma experimental, de acordo com a viabilidade prática e operacional, para posteriormente regularizar de maneira definitiva. Da mesma forma que caberá ao órgão conceder a autorização após o cumprimento integral das exigências por parte da empresa requerente.
    “A partir de agora, a empresa que conseguir atender a demanda do Centro Histórico, com um veículo de acordo com o descrito no decreto, poderá realizar o serviço para atender os nossos turistas”, explica o secretário da Turispreto, Marcelo Valente.
    Plebiscito
    Foi por meio de um plebiscito realizado em 2018 que 117 mil pessoas decidiram pelo fim do uso dos cavalos no transporte de charretes em Petrópolis. A atividade foi extinta em março de 2019 após homologação do resultado do plebiscito pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
    “Como cidade turística, que tem no setor uma importante fonte de renda, termos um serviço como esse é muito importante, incentivando o setor. Atendemos o pedido da população, para o fim das charretes, mas o serviço vai continuar existindo. A cidade se tornou um exemplo para o país neste sentido”, destacou o prefeito Bernardo Rossi.
    Em setembro deste ano, foi testada uma charrete elétrica pelas ruas do Centro Histórico. O veículo chamou a atenção dos moradores e visitantes. O ponto de partida do veículo foi em frente ao Museu Imperial, ponto onde historicamente eram encontradas as charretes de tração animal.
    Testes e ampliação do serviço
    Uma comissão criada pela Prefeitura definiu que as vitórias elétricas ficam autorizadas a funcionar, neste primeiro momento, apenas no Centro, como eram os veículos antigos, mas acredita, após a realização de oito testes, que é possível levar o serviço para os demais distritos.
    “O objetivo da comissão era substituir as charretes com tração animal. Dessa forma, respeitando a tradição cultural, histórica e turística, estamos regulamentando as vitórias elétricas para o funcionamento no Centro. Vimos a possibilidade de fazer um trabalho mais amplo, não só para atender o espaço em frente ao Museu Imperial, mas também os distritos, por exemplo. Mas isso será em um segundo momento, após a implementação completa do serviço no Centro Histórico”, explica Jairo Cunha, diretor-presidente da CPTrans.


    Fonte: G1